sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Fundamentos da Economia e Sociedade Gaúcha

A conformação do espaço português na região platina decorre de: 1) Tratado de Madri (1750); 2) Invasão de Rio Grande (1763); 3) Tratado de Santo Idelfonso (1777) e 4) Conquista das Missões (1801).

Charqueada Santa Rita, Pelotas, RS
Charqueada Santa Rita, Pelotas

A demarcação do Tratado de Madri ocorreu em 1752. Onze anos depois, os espanhóis invadiram a vila de Rio Grande. A invasão espanhola durou treze anos, até 1776. Rio Grande ainda é o único porto do litoral gaúcho. E segue com acesso difícil. Em 1777, portugueses e espanhóis assinaram o Tratado de Santo Idelfonso. Tal tratado marcou a expansão territorial e produtiva portuguesa. Em 1780, via-se a expansão da pecuária e do trigo na Província de São Pedro. A Guerra de 1801 promoveu o avanço ao sul. E isso levou às charqueadas. Charque é um termo quéchua, assim como chácara e xucro. Lotes Coloniais A metade norte do RS, ou seja, acima do Rio Jacuí, era uma região de maior altitude. E com grande quantidade de mata nativa. Os indígenas que ali viviam passaram a ser chamados de bugres. No século XIX, na metade sul, explorava-se a pecuária. A partir da metade da década de 1870, os escravos deixam Pelotas. A cidade era, na época, o último ponto de maior concentração de escravos. Por fim, os caboclos produziam erva-mate. Com o tempo, o mate adquiriu importância econômica. O porto de Itaqui destacou-se na exportação da erva-mate. A cidade de Cruz Alta desenvolveu-se a partir dos impostos. Os rios eram vistos como elementos fronteiriços. Em muitos casos, porém, tinham fim de trânsito e troca. Adaptado de Aula da Professora Hélen Osório.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design