quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Brasil do Ouro 1700–1750

Época dos ataques de piratas ingleses e dos senhores das Gerais (sudeste brasileiro).

No norte da Argentina, criavam-se as mulas que carregavam a prata de Potosi (Bolívia e Peru). Com o fim da prata, restaram as mulas. Os tropeiros buscam-nas e levam-nas para Sorocaba. De São Paulo, as mulas seguiam para Vila Rica. Neste período, surge a ocupação efetiva do RS.

Exploração do Ouro em Minas Gerais, Brasil
Exploração do Ouro em Minas Gerais

Nesta época, houve explosão demográfica em Portugal. E muitos portugueses vieram para o Brasil. Em especial, para Minas Gerais. Mas só o negro trabalhava com o ouro. Ao contrário do açúcar, em que trabalhavam o índio e o branco.

1711 - Emboabas (estrangeiros): paulistas x metropolitanos (portugueses). Paulistas migram para oeste. E encontram jazidas em Cuiabá e Goiás. E no RS, surge a Vacaria de Pinhales (Vacaria, Lagoa Vermelha, São Francisco de Paula).

1725 - Frota de João de Magalhães

1732 - Manuel Gonçalves Ribeiro recebe a Sesmaria das Conchas (primeira do RS)

1737 - Fundação de Rio Grande: Forte Jesus-Maria-José

1747 - Rio Grande torna-se vila, com Câmara

A exploração do ouro foi predatória. E o ouro acabou em 50 anos. Quanto ao lucro, 80% ficava com os ingleses; 15-16% com Portugal. O resto com os senhores. A crise leva à concessão de inúmeras sesmarias no RS. Para colonizar e explorar.

Adaptado da aula "Peculiaridades da Formação do Rio Grande do Sul", da historiadora Vera Maciel Barroso.
Imagem adaptada de Via Fanzine.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design