sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, Porto Alegre

A Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus caracteriza-se pela fachada modernista e austera. O grande destaque são os murais de Aldo Locatelli e Emílio Sessa, no teto, na cúpula e no altar.

Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, Porto Alegre
Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus


Histórico da Igreja Santa Teresinha
A criação da paróquia ocorreu em 24/12/1941. O padre Atílio Fontana foi o primeiro pároco. Ele inaugurou Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, em 1942. Na época, uma modesta “casinha”.

Papa Leão XIII, Evangelistas e Altar - Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus
Papa Leão XIII, Evangelistas e Altar

Com a abertura da Rua São Carlos, em 1943, a construção de uma nova igreja fez-se necessária. O padre Atílio coordenou a construção do templo católico, a partir de 1946. A inauguração ocorreu em 1949.

Evangelistas e Altar da Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, Porto Alegre
Evangelistas e Altar da Igreja Santa Teresinha


Os Murais de Locatelli e Sessa
Aldo Locatelli pintou, entre 1952 e 1957, os murais sobre a vida de Santa Teresa de Lisieux. Em 1952, ele pintou os dois afrescos do lado esquerdo do presbitério. E em 1955, confeccionou os do lado direito.

'A Santidade de Teresinha', Aldo Locatelli (1957) - Igreja Santa Teresinha
'A Santidade de Teresinha', Aldo Locatelli (1957)

Em 1957, Aldo Locatelli pintou os três afrescos do teto da nave central. No mesmo ano, pintou os quatro evangelistas na cúpula. Emílio Sessa completou a decoração do presbitério e do interior da igreja.

'Teresinha entre As Crianças', Aldo Locatelli (1955) - Igreja Santa Teresinha (Detalhe)
'Teresinha entre As Crianças', Aldo Locatelli (1955)

Localização: Rua Ramiro Barcelos, 386, Floresta, Porto Alegre.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Relatos de Porto Alegre

Roteiro Aldo Locatelli em Porto Alegre [Artigo 10]

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Igreja Nossa Senhora do Rosário, Porto Alegre

A devoção ao rosário introduziu os negros livres e os escravos na religião católica. Em Porto Alegre, a devoção originou a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário. A sede ficava junto à antiga Igreja Matriz.

Igreja Nossa Senhora do Rosário, Porto Alegre
Igreja Nossa Senhora do Rosário, Porto Alegre
  

A Primeira Igreja do Rosário
E a ideia de uma sede própria concretizou-se em 03/10/1817. Nesta data, o Vigário-Geral Antônio Vieira da Soledade lançou a pedra fundamental. A missa de despedida ocorreu, em 25/12/1827, na Igreja Matriz.

Detalhe de 'Batalha de Lepanto', Lorenz Heilmeier - Igreja do Rosário, Porto Alegre
Detalhe de 'Batalha de Lepanto'

Ao longo do século XIX, a Paróquia do Rosário tornou-se a mais populosa de Porto Alegre. As pequenas dimensões e a má conservação motivaram Getúlio Vargas a autorizar a demolição do templo, em 1951.

Mural 'As Crianças Rezando' - Igreja do Rosário, Porto Alegre
Mural 'As Crianças Rezando'


A Atual Igreja do Rosário
Em 07/10/1956, inaugurou-se a nova Igreja de Nossa Senhora do Rosário. O prédio moderno com fachada de pedra tem inspiração nas basílicas românicas. No frontão triangular, destaca-se a imagem da padroeira.

A Basílica de São Pedro (Vaticano), Lorenz Heilmeier - Igreja do Rosário, Porto Alegre
A Basílica de São Pedro (Vaticano)

Lorenz Heilmeier é o responsável pela pintura do teto e pelos vitrais. A pintura do teto da igreja representa a Batalha de Lepanto. Este combate originou a devoção a Nossa Senhora do Rosário.

Nossa Senhora e Menino Jesus- Igreja do Rosário, Porto Alegre
Nossa Senhora e Menino Jesus

A imagem original de Nossa Senhora do Rosário exemplifica a estatutária barroca. A obra fica numa peanha, acima do retábulo. Ao fundo, uma pintura mostra a descida do Espírito Santo, em um céu com estrelas douradas.

Batalha de Lepanto, Lorenz Heilmeier - Igreja do Rosário, Porto Alegre
Batalha de Lepanto, Lorenz Heilmeier

Localização: Rua Vigário José Inácio, 402, Centro de Porto Alegre.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Relatos de Porto Alegre

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Cais do Porto de Montenegro, Parque Centenário e Tour Life Spa

As atrações naturais mais próximas do centro de Montenegro são o Cais do Porto e o Morro São João. Mais afastados ficam o Parque Centenário e o Tour Life Spa, com araras e pequenos lagos com carpas.

Arara Tricolor no Tour Life Spa, Montenegro
Arara Tricolor no Tour Life Spa

O Morro São João, no centro de Montenegro, é o ponto mais alto da cidade. No local, há dois mirantes. Ao visitar a cidade, o acesso só era permitido de moto ou a pé. A caminhada seria de quase uma hora.

Flores no Parque Centenário, Montenegro
Flores no Parque Centenário

A ideia era seguir a pé até o topo. Era pouco mais de meio-dia. Tempo havia de sobra. Ao chegar à base do morro, nublou. Não havia previsão de chuva. Mas com templo nublado, eu perderia as fotos...

Sementes (Frutos) de Palmeira, Parque Centenário, Montenegro
Sementes (Frutos) de Palmeira


Antiga Usina Maurício Cardoso
Retornei para o carro e segui ao Cais do Porto de Montenegro. Sabia que a Antiga Usina Maurício Cardoso ficava à margem do Rio Caí. Ali, funciona, atualmente, a Câmara de Vereadores de Montenegro.

Maquinário da Antiga Usina Maurício Cardoso, Montenegro
Maquinário da Usina Maurício Cardoso

Na ocasião, o prédio estava fechado. Mas fotografei o maquinário da antiga usina, em frente ao prédio. Ele destaca-se pela combinação das cores verde e amarela, que remetem à bandeira nacional.

Vegetação do Parque Centenário, Montenegro
Vegetação do Parque Centenário


Cais do Porto de Montenegro
Poucas pessoas caminhavam pelo Cais do Porto. E nas margens do Rio Jacuí, havia também poucas embarcações. Gaivota II é um barco turístico. E faz passeios até a Usina do Gasômetro, em Porto Alegre.

Barco Gavota II, Cais do Porto de Montenegro
Barco Gavota II, no Cais do Porto

Conversei com um morador local. Perguntei sobre o caminho a pegar para o Parque Centenário. Já tinha uma ideia do trajeto. Uma recepcionista do Hotel Ibiá orientou-me sobre os principais atrativos da cidade.

Carpas Japonesas no Tour Life Spa, Montenegro
Carpas Japonesas no Tour Life Spa


Parque Centenário
Deixei o centro de Montenegro, em direção ao Parque Centenário. Este fica em uma das saídas da cidade. Minha ideia era conhecer o local e retornar para Porto Alegre, na sequência. Acabei mudando um pouco os planos...

Pracinha do Parque Centenário, Montenegro
Pracinha do Parque Centenário

O parque tem um pequeno lago com patos. Ao redor, palmeiras e eucaliptos. Um painel faz referência à presença do presidente Emílio Garrastazu Médici, nas festas de cem anos da emancipação de Montenegro.

Visita de Médici no Centenário da Cidade, Parque Centenário, Montenegro
Visita de Médici no Centenário da Cidade

  
Tour Life SPA
Como não fiz contato, não sabia se conseguiria visitar o SPA. Passei no Nino Hotel, perto do Parque Centenário, para saber sobre o acesso. Na recepção, fotografei um quadro com a Estação Ferroviária da cidade.

Quadro da Estação Ferroviária no Nino Hotel, Montenegro
Quadro da Estação Ferroviária

Consegui entrar no SPA. Caminhei pelo local. E o que mais chamou a atenção foram as araras, próximo à entrada. Há ainda o açude com cisnes negros. E os tanques com carpas japonesas.

Cascatinha no Tour Life Spa, Montenegro
Cascatinha no Tour Life Spa

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Estação da Cultura, Fundarte e Museu Histórico de Montenegro

Montenegro reúne três atrativos culturais. A Estação Cultura ocupa o prédio da antiga Estação Ferroviária. Em frente, fica o Museu Histórico. A Fundarte dedica-se ao ensino de artes visuais, dança, música e teatro.

Mobília de Quarto - Museu Histórico, Montenegro
Mobília de Quarto, no Museu Histórico


O Plano de Viagem
Deixei Porto Alegre, às 9h30 de 28/07/2016. Uma hora após o previsto. Cheguei a Montenegro, meu destino, pouco mais de uma hora mais tarde. O plano era visitar oito locais, na cidade. E consegui visitar todos eles...

Gramofone - Museu Histórico, Montenegro
Gramofone, Museu Histórico de Montenegro

Na verdade, nesta pequena viagem, tudo saiu como o previsto. Isso é raro. Mesmo quando passeamos em nossa própria cidade. Um local pode estar fechado. O tempo pode mudar de uma hora para outra...

Piano Alemão de 1925 - Museu Histórico, Montenegro
Piano Alemão de 1925

Pois bem, para Montenegro, a ideia era conhecer os atrativos culturais pela manhã. Todos eles fechavam ao meio-dia. Assim, dali em diante, eu seguiria com os outros pontos de interesse. Todos ao ar livre.

Caixa de Correio - Estação Cultura, Montenegro
Caixa de Correio, na Estação Cultura


Estação Cultura de Montenegro
O espaço cultural oferece oficinas e recebe exposições temporárias. Na ocasião, visitei duas mostras. No primeiro piso, a exposição “Amazônia”. No segundo, a mostra “Caminhos e (Des)caminhos”.

Sino de Bronze de 1909 - Estação Cultura, Montenegro
Sino de Bronze de 1909

A Estação Cultura mantém ainda um pequeno acervo de objetos da antiga Estação Ferroviária. O sino de bronze de 1909 indicava chegadas e partidas. Ao lado, um fragmento do telégrafo, conhecido como “Pica-Pau”.

Pica-Pau - Telégrafo Ferroviário - Estação Cultura, Montenegro
Pica-Pau: Telégrafo Ferroviário

No local, há ainda a antiga caixa de correio. E a placa com o texto: “Cuidado com os trens. Parar. Olhar. Escutar”. E atrás da estação, onde passavam os trilhos, há um parque, onde ocorrem apresentações artísticas.

Placa de Cuidado com os Trens - Estação Cultura, Montenegro
Placa de Cuidado com os Trens


Museu Histórico de Montenegro
Fica quase em frente à Estação Cultura. O museu chama a atenção pela quantidade de itens identificados. Cada peça possui um número. Uma lista em cada espaço do museu identifica os objetos numerados.

Funcionários da Estação de Trem - Museu Histórico, Montenegro
Funcionários da Estação de Trem

Cofres do Início do Século XX - Museu Histórico, Montenegro
Cofres do Início do Século XX

Logo na entrada, três cofres chamam a atenção. São do início do século XX. Pouco à frente, há painéis com antigas fotos do Cais do Porto e da Estação Ferroviária. Há também um frade de pedra, para amarrar cavalos.

Frade de Pedra - Museu Histórico, Montenegro
Frade de Pedra

Há itens mais domésticos, como o gramofone e o piano. E um ambiente cria um quarto da primeira década do século XX. Ao lado, há uma cozinha. E a geladeira parece com um dos cofres da entrada do museu.

Geladeira Antiga - Museu Histórico, Montenegro
Geladeira Antiga: parece um cofre!


Fundarte
Cheguei à Fundarte, às 11h45. Ou seja, com bem pouco tempo disponível. Mas foi o suficiente para conhecer a exposição de Loide Schwambach. A exposição da série “Corpos” ficava na entrada do prédio. 

O relato segue com...
Cais do Porto de Montenegro, Parque Centenário e Tour Life Spa

Antigo Cais do Porto - Museu Histórico, Montenegro
Antigo Cais do Porto de Montenegro

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Série Corpos - Xifópagas, de Loide Schwambach [Atelier Livre de Arte da FUNDARTE]

Loide Schwambach é professora do Atelier Livre de Arte da FUNDARTE, em Montenegro. Na Série Xifópagas, Loide mostra corpos duplicados, colados lado a lado, unidos por cordões ou pela pele. Ao fundo, a Ária na Corda Sol, de Johann Sebastian Bach.

Loide Schwambach - Série Corpos - As Xifópagas
As Xifópagas

Loide Schwambach - Série Corpos - Circulada pelo Cordão
Circulada pelo Cordão

Loide Schwambach - Série Corpos - Deitada e Dissecada
Deitada e Dissecada

Loide Schwambach - Série Corpos - Frente a Frente
Frente a Frente

Loide Schwambach - Série Corpos - Frente e Verso
Frente e Verso

Loide Schwambach - Série Corpos - Hermafrodita
Hermafrodita

Loide Schwambach - Série Corpos - O Cordão Umbilical
O Cordão Umbilical

Loide Schwambach - Série Corpos - Pele Descascada
Pele Descascada

Loide Schwambach - Série Corpos - Seios e Cordão Umbilical
Seios e Cordão Umbilical

Loide Schwambach - Série Corpos - Tórax Aberto
Tórax Aberto

Loide Schwambach - Série Corpos - Unidas pela Pele
Unidas pela Pele

Loide Schwambach - Série Corpos - Unidas pelo Dorso
Unidas pelo Dorso

domingo, 25 de setembro de 2016

Onofre Pires da Silveira Canto: Líder Farrapo

Onofre Pires da Silveira Canto nasceu em Porto Alegre, em 25/09/1799. O militar destacou-se como um dos líderes da Revolução Farroupilha. E faleceu em Santana do Livramento, em 03/03/1844.

Onofre Pires da Silveira Canto - Líder da Revolução Farroupilha
Onofre Pires: Líder da Revolução Farroupilha

Pertenceu ao Regimento de Cavalaria de Milícias de Porto Alegre. E defendeu o Rio Grande do Sul, na Guerra contra Artigas, de 1816 a 1821. Depois, lutou pelo Brasil na Guerra da Cisplatina, de 1825 a 1828.


Início da Revolução Farroupilha
Gomes Jardim e Onofre Pires comandavam cerca de duzentos farrapos, no Morro da Azenha. Ali, fica hoje o Cemitério São Miguel e Almas. Mantinham, também, trinta homens próximos à Ponte da Azenha, em 19/09/1835.

Manoel Vieira da Rocha, o cabo Rocha, liderava os farrapos da Ponte da Azenha. A ideia era juntarem-se aos outros duzentos homens. E investirem contra os muros da cidade de Porto Alegre na manhã seguinte.

Mas na noite de 19/09/1835, Fernandes Braga enviou nove guardas imperiais à Ponte da Azenha. Os farrapos derrotaram-nos, sem dificuldades. A vitória marcou o início da Revolução Farroupilha.


Batalhas de Mostardas e do Fanfa
Em 22/04/1836, Onofre Pires derrotou as tropas imperiais, em Mostardas. E ordenou o fuzilamento dos prisioneiros. Em 04/10/1836, foi preso, na Batalha do Fanfa, com seu primo, o general Bento Gonçalves.

Em 15/03/1837, Onofre Pires e Corte Real fogem da prisão, no Forte Santa Cruz, no Rio de Janeiro. Em 1839, no Combate de Tabatingaí, Onofre Pires é preso, outra vez. A guarda imperial conduziu-o a Porto Alegre.


Morte em Duelo com Bento Gonçalves
Em 1844, Onofre Pires começou a questionar as atitudes de Bento. Este solicitou que o primo confirmasse por escrito as acusações. Onofre Pires confirmou-as, em carta, e desafiou Bento Gonçalves para um duelo.

O duelo ocorreu às margens do Rio Sarandi, em 27/02/1844. Dez anos mais novo, Onofre Pires era o favorito. Mas Bento o acertou no antebraço direito. E Onofre Pires faleceu quatro dias depois, por gangrena.

sábado, 24 de setembro de 2016

Caminhos e (Des)caminhos [Estação Cultura de Montenegro]

A exposição “Caminhos e (Des)caminhos” reuniu as obras de quatro artistas de Montenegro. De 09 de julho a 22 de agosto de 2016, a Estação Cultura recebeu os trabalhos de Andreia, Cristiane, Jéssica e Tatiane.

Continuação de...
Amazônia: Nossa Maior Riqueza 

Não Pise nas Formigas - Tatiane Passos
Não Pise nas Formigas - Tatiane Passos

Modos de Caminhar a Cidade (1-3) - Tatiane Passos
Modos de Caminhar a Cidade
 - Tatiane Passos (1 a 3)

Modos de Caminhar a Cidade - Tatiane Passos (4-6)
Modos de Caminhar a Cidade
 - Tatiane Passos (4-6)

Lugar de Artista é na Galeria - Tatiane Passos
Lugar de Artista é na Galeria - Tatiane Passos

A Cor do Lugar - Andreia Salvadori
A Cor do Lugar - Andreia Salvadori

Deslocamento Noturno - Jéssica Pinheiro (2013)
Deslocamento Noturno - Jéssica Pinheiro

Tramas - Cristiane Isabela da Costa (2015)
Tramas - Cristiane Isabela da Costa

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design