quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Emílio Garrastazu Médici, Presidente do Brasil

O general Emílio Garrastazu Médici nasceu em Bagé, em 04 de dezembro de 1905. E foi Presidente do Brasil de 30/10/1969 até 15/03/1974, durante o regime militar. Em 09 de outubro de 1985, Médici faleceu no Rio de Janeiro.

Emílio Garrastazu Médici, Presidente do Brasil
Emílio Garrastazu Médici, Presidente do Brasil


Formação de Médici

Emílio Garrastazu Médici era filho do imigrante italiano Emílio Médici e Júlia Garrastazu, do Uruguai. Estudou no Colégio Militar de Porto Alegre. E formou-se oficial na Escola Militar de Realengo (1924-1927).

Emílio Garrastazu Médici casou com Scila Médici. E foi pai de Sérgio Nogueira Médici e de Roberto Nogueira Médici, nascidos em Bagé. Médici foi a favor da Revolução de 30 e contra a posse de João Goulart em 1961.


Início do Regime Militar

Em abril de 1964, Médici era o comandante da Academia Militar de Agulhas Negras. Em 1967, sucedeu Golbery do Couto e Silva na chefia do SNI. Em 1969, foi nomeado comandante do III Exército, com sede em Porto Alegre.


Médici é Eleito Presidente do Brasil

Com o afastamento de Costa e Silva, assume a presidência da república de forma provisória, numa junta militar. Uma consulta a todos os generais do exército brasileiro escolheu Médici como novo presidente da república.

Médici exigiu que, para sua posse, o Congresso Nacional fosse reaberto. E em 25/10/1969, foi eleito presidente da república. Em sessão conjunta do Congresso Nacional, obteve 293 votos, com 75 abstenções.

Médici na posse de Ernesto Geisel
Médici na posse de Ernesto Geisel.



Repressão às Guerrilhas e Manifestações

Emílio Garrastazu Médici tomou posse no dia 30 de outubro de 1969. As guerrilhas urbana e rural foram derrotadas durante seu governo. Isso permitiu que Ernesto Geisel, seu sucessor, iniciasse a abertura política.

Usando o Ato Institucional nº 5, a repressão às manifestações populares e às guerrilhas foi pesada. Em seu governo, o guerrilheiro Carlos Marighella foi morto. Porém, Médici não cassou o mandato de nenhum político.


Crescimento Econômico e Grandes Construções

Seu governo foi a marcado por um excepcional crescimento econômico, o Milagre Brasileiro. Houve grande crescimento da classe baixa e da classe média. E cresceu o consumo de bens duráveis e a produção de automóveis.

O governo Médici iniciou a construção das rodovias Santarém-Cuiabá, a Perimetral Norte, a Transamazônica e a Ponte Rio-Niterói. E concluiu o acordo com o Paraguai para a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design