quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Borges de Medeiros, Governador do Rio Grande do Sul

Antônio Augusto Borges de Medeiros nasceu em Caçapava do Sul, em 19/11/1863. E foi governador do estado do Rio Grande do Sul durante 25 anos. Dez no primeiro mandato e quinze no segundo.

Borges de Medeiros foi duas vezes governador do Rio Grande do Sul
Borges de Medeiros foi duas vezes
governador do Rio Grande do Sul.

Borges de Medeiros bacharelou-se em Direito, em Recife, em 1885. E foi um representante da primeira geração republicana. Assumiu a liderança do Partido Republicano após a morte de Júlio de Castilhos, em 1903.


Borges de Medeiros: Governador do RS

Em 25 de janeiro de 1898, Borges de Medeiros assumiu o governo do estado do RS pela primeira. Sucede Júlio de Castilhos que, com problemas de saúde, indicou-o ao cargo. Borges acaba ficando dez anos no poder.

Impedido de se reeleger, Borges de Medeiros indica Carlos Barbosa para o governo do estado. Carlos Barbosa assume o poder em 25 de janeiro de 1908, devolvendo-o a Borges de Medeiros, em 25 de janeiro de 1913.

Abertura da Avenida Borges de Medeiros e Viaduto Otávio Rocha, em Porto Alegre
Abertura da Avenida Borges de Medeiros e
Viaduto Otávio Rocha, em Porto Alegre.

Em 1923, um movimento revolucionário leva à modificação da constituição de 1891. Borges de Medeiros é novamente impedido de se reeleger. Assim, entrega o poder, em 24 de janeiro de 1928, a Getúlio Vargas.


Getúlio Vargas na Presidência do Brasil

Borges passa a discordar de Vargas, quando este assume a presidência do Brasil, em 1930. Borges de Medeiros opunha-se, principalmente, à política de centralização que Vargas adotou, em detrimento dos governos estaduais.

Borges faleceu em Porto Alegre, em 25 de abril de 1961, aos 97 anos.

2 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ A Identidade Republicana e Castilhista +++

Com a Proclamação da República, surge o castilhismo.
E os membros do Partido Republicano destacam-se.
Em homenagens como nomes de ruas e prédios públicos.

É o caso de Borges de Medeiros e Júlio de Castilhos.
Alberto Bins, Assis Brasil e Otávio Rocha.

O Monumento a Júlio de Castilhos simboliza este período.
E a nova identidade política vigente no Rio Grande do Sul.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Proclamação da República +++

Com a Proclamação da República ocorreram mudanças.
Nos nomes de avenidas, praças e ruas de Porto Alegre.
Seguem exemplos com o antigo nome e o atual:

+ Praça Conde D’Eu, hoje Praça 15 de Novembro;
+ Praça Dom Pedro II, hoje Praça Marechal Deodoro;
+ Rua do Imperador, hoje Rua da República;
+ Rua Dona Isabel, hoje Rua Demétrio Ribeiro;
+ Rua Imperatriz, hoje Rua Venâncio Aires;
+ Rua Imperial, hoje Rua Benjamin Constant.

Também vieram as homenagens aos positivistas:

+ Avenida Assis Brasil;
+ Avenida Borges de Medeiros;
+ Monumento a Júlio de Castilhos;
+ Praça Júlio de Castilhos;
+ Praça Otávio Rocha;
+ Rua Alberto Bins;
+ Rua Júlio de Castilhos;
+ Viaduto Otávio Rocha.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design