segunda-feira, 30 de junho de 2014

Redenção e Auditório Araújo Vianna

Deixei o Parque dos Açorianos com destino à Redenção. Nela destacam-se o brique, o Monumento aos Expedicionários e o Auditório Araújo Vianna. Já na Rua José Bonifácio, o grande destaque é o Colégio Militar de Porto Alegre.

Monumento ao Expedicionário, na Redenção, em Porto Alegre
Monumento ao Expedicionário, na Redenção

Continuação de...
Ponte de Pedra e Monumento aos Açorianos

Após fotografar o Monumento aos Açorianos, segui ao Parque da Redenção. No caminho, eu passei pela Avenida Independência, onde há três pontos de interesse. Estacionei o carro junto à Santa Casa e segui a pé.


Igreja da Conceição e Beneficência Portuguesa

A primeira atração é a Igreja da Conceição. Construída em 1880, em estilo barroco tardio, a igreja abriga uma imagem de São Francisco. São Francisco foi o primeiro padroeiro da cidade de Porto Alegre.

Gaiteiro de Metal, Brique da Redenção, em Porto Alegre
Gaiteiro de Metal, Brique da Redenção

À direita da Igreja da Conceição, fica o Hospital da Beneficência Portuguesa. Este é o mais antigo hospital da cidade. Junto ao hospital funciona o Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul.


Casa Firmino Torelly e Redenção

Do outro lado da Avenida Independência, fica o Colégio Rosário. Atravesse a avenida e caminhe em direção à Rua Barros Cassal. Poucos metros à frente, fica a Casa Firmino Torelly, em estilo neo-renascentista.

Mercado do Bom Fim, na Redenção, em Porto Alegre
Mercado do Bom Fim, na Redenção

Após a caminhada pela Avenida Independência, segui para a Redenção. Meu carro ficou estacionado, nos fundos do Colégio Militar. Provavelmente por isto, este foi o primeiro local que fotografei na região da Redenção.


Colégio Militar e Brique da Redenção

Apelidado de “Colégio dos Presidentes”, o Colégio Militar de Porto Alegre é uma das escolas militares mais importantes do país. Nele, estudaram os presidentes Costa e Silva, Médici e Geisel. E o poeta gaúcho Mario Quintana.

O Brique da Redenção ocorre aos domingos, em Porto Alegre
O Brique da Redenção ocorre aos domingos

O Colégio Militar fica na Avenida José Bonifácio, onde, todo domingo, ocorre a Feira do Brique da Redenção. A feira reúne artesãos, antiquários e artistas plásticos que expões seus produtos em barracas coloridas.




Monumento ao Expedicionário, Igreja e Mercado

Ao atravessar a avenida e entrar no Parque da Redenção, você verá, à esquerda, o Monumento ao Expedicionário. Em granito, esta homenagem à Força Expedicionária Brasileira fica na altura da Avenida Santana.

Igreja do Santíssimo, na Avenida José Bonifácio, em Porto Alegre
Igreja do Santíssimo, na Avenida
José Bonifácio, em Porto Alegre

Retornando pela Avenida José Bonifácio em direção à Avenida Osvaldo Aranha, há a Igreja do Santíssimo, à sua direita. À Esquerda, na esquina com a Avenida Osvaldo Aranha, o Mercado do Bom Fim.


Auditório Araújo Vianna

Segui pela Avenida Osvaldo Aranha, em direção ao Campus da UFRGS. Mais ou menos no meio do caminho, fica o Auditório Araújo Vianna. O auditório deve seu nome ao pianista e compositor gaúcho José de Araújo Vianna.

Auditório Araújo Vianna, na Redenção, em Porto Alegre
Auditório Araújo Vianna, na Redenção

Os porto-alegrenses têm uma relação afetuosa com o Auditório Araújo Vianna. Ali, assisti a shows de grandes nomes da música. Dentre eles, João Gilberto, João Bosco, Ed Motta, Elba Ramalho, Lobão, Maria Rita, Fito Paez.

O relato segue com...
Campus Central da UFRGS e Instituto de Educação

domingo, 29 de junho de 2014

Ponte de Pedra e Monumento aos Açorianos, Porto Alegre

Deixei a Praça da Matriz e segui em direção à Avenida Borges de Medeiros. Percorri esta avenida, em direção ao Parque dos Açorianos. Os destaques ali são a Ponte de Pedra e o Monumento aos Açorianos.

Ponte dos Açorianos e Centro Administrativo, em Porto Alegre
Ponte dos Açorianos e Centro Administrativo

Continuação de...
Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Mercado Público e Chalé da Praça XV


Ao deixar a Praça da Matriz, estacionei o carro logo após o Viaduto Otávio Rocha. O local, conhecido como Viaduto da Borges, por ficar na Avenida Borges de Medeiros, é símbolo do crescimento urbano de Porto Alegre.

Viaduto Otávio Rocha, na Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre
Viaduto Otávio Rocha, na Borges de Medeiros

Desci a escadaria do viaduto, em direção à Avenida Borges de Medeiros. E segui em direção ao Parque dos Açorianos, afastando-me aos poucos do Centro Histórico de Porto Alegre.


Cinema Capitólio e Praça Daltro Filho

Na esquina da Avenida Borges de Medeiros com a Rua Demétrio Ribeiro, avistam-se dois pontos de interesse. O primeiro é o antigo Cinema Capitólio. Um projeto pretende transformar o local em um centro cultural.

Antigo Cinema Capitólio, em Porto Alegre
Antigo Cinema Capitólio

Em frente ao antigo Cinema Capitólio, cruzando a Borges de Medeiros, fica a Praça Daltro Filho. Junto à praça, aos sábados, forma-se a Feira do Caminho dos Antiquários. É um shopping de antiguidades a céu aberto.

Praça Daltro Filho, em Porto Alegre. Junto à praça forma-se a Feira do Caminho dos Antiquários.
Praça Daltro Filho: junto à praça forma-se
a Feira do Caminho dos Antiquários.


Centro Administrativo do Estado

Poucos metros à frente, você verá o Centro Administrativo. O prédio tem as laterais em forma rampa. E provoca a imaginação das pessoas. Afinal, quem nunca imaginou escalar ou descer de skate por essas rampas?

Centro Administrativo do Estado do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre
Centro Administrativo do Estado do RS

O Centro Administrativo é, porém, uma paisagem vista à distância. Mas que serve como um excelente fundo para outros dois cartões postais de Porto Alegre: a Ponte de Pedra e o Monumento aos Açorianos.

Monumento aos Açorianos e Centro Administrativo, em Porto Alegre
Monumento aos Açorianos e Centro Administrativo


Ponte de Pedra e Monumento aos Açorianos

A Ponte de Pedra foi construída em 1854, durante o governo de Duque de Caxias. Ela cruzava o Arroio Dilúvio, ligando o centro da cidade às chácaras. Em torno dela, criou-se um parque: o Parque dos Açorianos.

Monumento aos Açorianos, em Porto Alegre. Cúpula da Catedral Metropolitana, no canto direito da foto.
Monumento aos Açorianos. Cúpula da Catedral
Metropolitana, no canto direito da foto.

Outro elemento fotogênico deste parque é o Monumento aos Açorianos. Construído em metal, homenageia os colonizadores portugueses. E lembra uma caravela de corpos entrelaçados.

O relato segue...
Redenção e Auditório Araújo Vianna

sábado, 28 de junho de 2014

Michael Jackson – "Will You Be There"

"Will You Be There" é uma canção de Michael Jackson, lançada como single em 28 de junho de 1993. Este foi o oitavo single do álbum “Dangerous” de 1991. A canção também foi o tema principal do filme “Free Willy”.

"Will You Be There" fez parte do álbum "Dangerous ", de Michael Jackson (1991).
"Will You Be There" fez parte do álbum
"Dangerous ", de Michael Jackson (1991).

"Will You Be There" foi uma das canções mais bem sucedidas do álbum “Dangerous”. No Reino Unido, permaneceu por seis semanas no Top 40. Nos EUA, manteve-se por seis semanas no Top 10, alcançando o sétimo lugar.

A letra e a música de "Will You Be There" são de autoria de Michael Jackson. Foi composta em ré maior, num ritmo de 83 batimentos por minuto. Os instrumentos em destaque são o piano, o sintetizador e a percussão.


A versão completa inclui um prelúdio com a Orquestra de Cleveland e o Coro Orquestra de Cleveland. Cita uma parte da Nona Sinfonia de Beethoven. É uma parte menos conhecida da famosa "Ode à Alegria".

Como Michael não deu o crédito à Orquestra de Cleveland e a Ludwig van Beethoven, acabou processado. E indenizou a orquestra em 7 milhões de dólares, dando os devidos créditos nos encartes.

Trilha Sonora do Filme "Free Willy" (1993)
Trilha Sonora do Filme "Free Willy" (1993)

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Mercado Público e Chalé da Praça XV

Aproveitei a manhã do domingo de Páscoa para circular pelo Centro Histórico de Porto Alegre. Iniciei a caminhada pela região da Prefeitura Municipal, onde ficam o Mercado Público e o Chalé da Praça XV.

Prefeitura Municipal de Porto Alegre
Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Para quem procura fotografar os prédios da região central, a escolha do domingo é um tanto óbvia. Neste dias, a circulação, de carros e pessoas, é menor. Com isso, você consegue isolar o prédio desejado ao fotografá-lo.


Palácio do Comércio

Cheguei ao centro por volta das 8h. Deixei o carro próximo à Prefeitura Municipal e iniciei a caminhada. Meu primeiro alvo foi o prédio do Palácio do Comércio. Ele fica ao lado da Estação Mercado do trem.

Palácio do Comércio: ao lado da Estação Mercado do Trensurb, em Porto Alegre.
Palácio do Comércio: ao lado da Estação
Mercado do Trensurb, em Porto Alegre.

Atualmente, o Palácio do Comércio abriga a Federasul. Em janeiro de 2013, fiz dois cursos de mídias sociais em uma de suas salas. Eles contemplavam Facebook, Twitter e YouTube com foco em publicidade.


Chalé da Praça XV

Limitei-me a fotografar a fachada do Palácio do Comércio. Então, cruzei o terminal de ônibus, em direção à Praça XV de Novembro. O principal atrativo do local é um tradicional restaurante: o Chalé da Praça XV.

Chalé da Praça XV, em Porto Alegre: inaugurado no início do século XX.
Chalé da Praça XV: inaugurado no início do século XX.

Construído em estilo romântico normando e traços art-noveau, o Chalé da Praça XV foi fabricado em aço desmontável inglês. Inaugurado no início do século XX, o local era frequentado pela alta sociedade de Porto Alegre.


Mercado Público de Porto Alegre

O Chalé da Praça XV de Novembro fica em frente ao Mercado Público. Este começou a ser construído em 1864, sendo concluído em 1869. Entre 1910 e 1913, o prédio foi reformado e ampliado, ganhando um segundo piso.

Praça XV de Novembro, em Porto Alegre. Com o famoso Chalé, visto ao fundo, à esquerda.
Praça XV de Novembro, com o seu famoso
Chalé, visto ao fundo, à esquerda.

O Mercado Público é ponto mais tradicional de comércio em Porto Alegre. Centenas de pessoas circulam por ele diariamente em busca de alimentos naturais, carnes e produtos de couro. Seus sorvetes também são famosos.

Mercado Público de Porto Alegre: construído entre 1861 e 1864.
Mercado Público de Porto Alegre:
construído entre 1861 e 1864.

Em julho de 2013, o Mercado Público foi tomado por um incêndio. As imagens do Mercado tomado pelo fogo geraram grande comoção popular. O local ficou mais de um mês fechado para restauração.


Prefeitura Municipal e Fonte Tavalera

Ao lado do Mercado Público fica a Prefeitura Municipal de Porto Alegre. O projeto foi feito em 1893, em estilo neoclássico. A construção, iniciada em 1898, foi concluída em 1901, sendo chamada de “Paço dos Açorianos”.

Praça Montevidéu: Fonte Tavalera de La Reina e Prefeitura Municipal de Porto Alegre.
Praça Montevidéu: Fonte Tavalera de La Reina
e Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

A Praça Montevidéu abriga, não só a Prefeitura Municipal, mas também a Fonte Talavera de La Reina. O chafariz, doado em 1935, em comemoração ao centenário da Revolução Farroupilha, é o marco zero da cidade.

Fonte Tavalera de La Reina: marco zero de Porto Alegre
Fonte Tavalera de La Reina:
marco zero de Porto Alegre

Deixei a área da Prefeitura e segui até a Praça da Matriz, local pelo qual passara na véspera. Aproveitei para fotografar novamente o Theatro São Pedro, pois o tempo nublado do dia anterior prejudicara as imagens.

O relato segue com...
Ponte e Monumento aos Açorianos, em Porto Alegre

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Solar dos Câmara, Porto Alegre

O solar, originalmente uma construção de 1818 em estilo colonial português, foi reformado passando a ter estilo neoclássico. Este é o mais antigo prédio residencial da cidade, construído em alvenaria.

Solar dos Câmara, Porto Alegre
Solar dos Câmara, Porto Alegre

O Solar dos Câmara pertenceu ao desembargador José Feliciano Fernandes Pinheiro. Conhecido como Visconde de São Leopoldo, José Feliciano foi o primeiro governador da Província do Rio Grande de São Pedro.

Em 1851, sua filha se casou com o também político José Antônio Corrêa da Câmara, o Visconde de Pelotas. Câmara foi o primeiro governador do Estado do Rio Grande do Sul e cedeu o seu nome ao solar.

Solar dos Câmara - Acervo Fotográfico do Museu de Porto Alegre
Solar dos Câmara: imagem do Acervo
Fotográfico do Museu de Porto Alegre


Solar dos Câmara e Escravos 
Não deixe de visitar a biblioteca. Localizada no porão do solar, conserva vestígios de uma antiga senzala. A construção preserva as características janelas afuniladas, que evitavam a fuga dos escravos.

Tombado pelo Patrimônio Histórico em 1963, o prédio foi restaurado entre 1981 e 1993. Hoje pertence à Assembléia Legislativa que o transformou em Centro de Documentação da História Política do Rio Grande do Sul.


Dica
Conheça um dos primeiros modelos de geladeira, do tempo em que ainda não havia energia elétrica em Porto Alegre. E não deixe de jogar uma moeda na Fonte do Pai Cabinda. E faça um pedido ao “Santo dos Escravos”.

Localização: Rua Duque de Caxias, 968, centro de Porto Alegre.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 9h às 17h.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Praça da Matriz: Theatro São Pedro, Catedral Metropolitana e Palácio Piratini
Relatos de Porto Alegre

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Museu Júlio de Castilhos, Porto Alegre

A construção do século XIX serviu de residência a Júlio de Castilhos, entre 1898 e 1903, ano em que faleceu. A família viveu ali até 1905. Em janeiro daquele ano, a esposa de Júlio de Castilhos, Honorina, cometeu suicídio.

Museu Júlio de Castilhos, Porto Alegre
Museu Júlio de Castilhos, Porto Alegre


Curiosidade
Conforme diz a lenda, durante a noite, o espírito de Honorina assombra os antigos aposentos da casa. E seu choro poderia ser ouvido pelos populares, na rua, em frente ao antigo casarão.


Acervo do Museu
O Museu Júlio de Castilhos, o mais antigo do RS, possui nove salas. E contempla temas como índios, escravos, imigração alemã, revolução e Júlio de Castilhos. O museu possui ainda um teatro com capacidade para 50 pessoas.

O acervo do Museu Júlio de Castilhos conta com 10.000 peças históricas, artísticas e culturais. São armas, roupas, utensílios além de documentos ligados à história e formação do Estado do Rio Grande do Sul.

Museu Júlio de Castilho - Canhões do Forte Dom Pedro II, Caçapava do Sul
Canhões do Forte Dom Pedro II

Dica
Visite a sala dedica às memórias da Revolução Farroupilha, a guerra mais cultuada do Estado do Rio Grande do Sul.

Localização: Rua Duque de Caxias, 1.205, centro de Porto Alegre.
Funcionamento: 3ª a sábados das 10h às 17h.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Praça da Matriz: Theatro São Pedro, Catedral Metropolitana e Palácio Piratini
Relatos de Porto Alegre

terça-feira, 24 de junho de 2014

Palácio Piratini, Porto Alegre

Em 1896, o primeiro projeto, idealizado pelo engenheiro Affonso Hébert, teve a sua pedra fundamental lançada. Em 1901, suas obras foram interrompidas por falta de verba. Elas só foram retomadas sete anos depois.

O Palácio Piratini foi projetado pelo francês Maurice Gras. E foi inaugurado em 1921.
O Palácio Piratini foi projetado pelo francês
Maurice Gras. E foi inaugurado em 1921.

Em 1908, Carlos Barbosa assumiu o comando do estado. E optou por seguir outro projeto. Desta vez, de Maurice Gras. O francês é o autor de apenas um projeto em Porto Alegre. Mas de um projeto de grande relevância.

O Palácio Piratini foi construído, em estilo neoclássico, usando pedras francesas. A sede do Governo do Estado foi inaugurada apenas em 1921. E começou a ser usada durante a gestão do governador Borges de Medeiros.

Igreja Matriz e Palácio Piratini, em 1920
Igreja Matriz e Palácio Piratini, em 1920

A entrada do prédio é guarnecida por duas estátuas. Elas representam a Agricultura e a Indústria. Esse é um dos motivos pelos quais o Palácio Piratini foi tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual em 1986.


Rica Decoração do Palácio Piratini
O outro motivo pelo qual ele foi tombado é o interior rico em detalhes e que requer uma visita contemplativa. Desfrute da beleza arquitetônica do prédio, com os seus lustres de cristais e seus anjos banhados a ouro.

Bustos na Escadaria do Palácio Piratini, Porto Alegre
Bustos na Escadaria do Palácio Piratini

Repare ainda no mobiliário, em estilo francês. O mobiliário foi feito pelos detentos da prisão da Volta do Gasômetro. No interior do Palácio Piratini, você irá encontrar, também, o primeiro carro do Estado.


Dica
Aprecie os painéis de Aldo Locatelli. Eles retratam a formação do povo gaúcho e a lenda do Negrinho do Pastoreio, a mais famosa do RS. Não deixe de ver também as esculturas do francês Raul Landowski.

Localização: Praça da Matriz, s/nº. O Palácio Piratini fica ao lado da Catedral Metropolitana da cidade de Porto Alegre.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Praça da Matriz: Theatro São Pedro, Catedral Metropolitana e Palácio Piratini
Relatos de Porto Alegre

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Catedral Metropolitana de Porto Alegre

A antiga Igreja Matriz de Nossa Senhora de Madre de Deus de Porto Alegre, erguida entre 1779 e 1820, foi derrubada em 1920. E deu lugar à Catedral Metropolitana de Porto Alegre. As obras da Catedral iniciaram em 1921 e se estenderam até 1972.

A Catedral Metropolitana de Porto Alegre foi construída entre 1921 e 1972.
A Catedral Metropolitana de Porto Alegre
foi construída entre 1921 e 1972.

As obras da Catedral Metropolitana eram a expressão da cidade Porto Alegre que se modernizava e substituía as marcas do passado colonial português. Mas o passado não foi totalmente apagado. Afinal, a ornamentação externa do templo remete às missões jesuíticas.

O arquiteto alemão Theo Wiederspahn, responsável pela construção do antigo Hotel Majestic, parece ter contribuído com o desenho básico da catedral. Porém, o crédito pelo projeto da Catedral Metropolitana usualmente é dado só ao italiano Giovanni Batista Giovenalle.

Capela do Espírito Santo e Igreja Matriz da Mãe de Deus. Porto Alegre, 1899.
Capela do Espírito Santo e Igreja Matriz
da Mãe de Deus. Porto Alegre, 1899.

A Catedral Metropolitana caracteriza-se pelo estilo renascentista. O templo possui uma das maiores cúpulas do mundo, superada apenas pela da Catedral de São Pedro, no Vaticano, e pela de St. Paul's, em Londres. A cúpula de mármore branco tem 74 metros de altura e 18 de diâmetro. 

As duas torres laterais da Catedral Metropolitana de Porto Alegre lembram o estilo das igrejas das missões jesuíticas do Rio Grande do Sul. E os mosaicos vistos na fachada foram produzidos nas oficinas do Vaticano. Estes mosaicos representam a catequização indígena no Estado. 

Fachada da Catedral Metropolitana de Porto Alegre
Fachada da Catedral Metropolitana de Porto Alegre

A Catedral Metropolitana abriga a imagem de São Pedro, padroeiro do Estado do Rio Grande do Sul. A imagem foi esculpida em talha policromada do século XVII, no estilo barroco. No altar-mor, encontra-se uma pintura do celebrado Aldo Locatelli, que possui obras também no Palácio Piratini.

Dica
Caminhe pela Rua Espírito Santo e observe a arquitetura externa do prédio. A representação do domínio católico sobre a cultura indígena fica evidente. Isso remete especialmente às missões jesuíticas, um marco no início da fé católica no RS. Quando o Estado ainda pertencia ao domínio espanhol.

Igreja Matriz de Porto Alegre - Construção entre 1779 e 1846. Destruição em 1929.
Igreja Matriz de Porto Alegre: Construção
de 1779 a 1846. Destruição em 1929.

Localização: Rua Duque de Caxias, 1047, Praça da Matriz, Porto Alegre.
Funcionamento: 2ª a 6ª feira das 7h às 18h. Sábados das 9h às 19h e domingos das 8h às 19h.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Praça da Matriz: Theatro São Pedro, Catedral Metropolitana e Palácio Piratini
Relatos de Porto Alegre

domingo, 22 de junho de 2014

Theatro São Pedro, Porto Alegre

Em 1833, Manoel Antônio Galvão, Presidente da Província de São Pedro do Rio Grande, doou o terreno. Em 1847, após a Revolução Farroupilha, autorizou o empréstimo dos cofres provinciais para a construção do Theatro São Pedro.

Theatro São Pedro: o mais antigo de Porto Alegre.
Theatro São Pedro: o mais antigo de Porto Alegre.


Projeto do Theatro São Pedro
O teatro foi projetado no Rio de Janeiro, em estilo barroco português. E a construção, executada por Felipe de Normann, iniciou em 1850. Em 27 de junho de 1858, o teatro mais antigo de Porto Alegre, foi inaugurado.

Um prédio gêmeo ficava do outro lado da rua: o antigo Tribunal de Justiça. Um incêndio destruiu a construção durante a década de 1950. Atualmente, encontra-se ali o Palácio da Justiça.

O Theatro São Pedro é decorado em veludo e ouro. E a platéia, com 700 espectadores, é disposta em ferradura. Isso causou polêmica na inauguração, quando Porto Alegre contava com pouco mais de 20.000 habitantes.

Antigo Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre. Junto ao Theatro São Pedro (ao fundo), em 1920.
Antigo Auditório Araújo Vianna junto ao
Theatro São Pedro (ao fundo), em 1920.


Curiosidades sobre o Teatro
O Theatro São Pedro arrecadou dinheiro para as vítimas da I Guerra Mundial. Na II Guerra Mundial, abrigou uma escola de enfermagem. A instituição também abriu as portas para inúmeros bailes de formatura e de Carnaval.


Reconstrução do São Pedro
O Theatro São Pedro sofreu degradação acentuada e quase foi demolido, em 1973. Ficou fechado por onze anos. Felizmente foi restaurado e tombado pelo Patrimônio Estadual em 1984.

Em 1975, a imigrante alemã Eva Sopher foi chamada para auxiliar a reconstruir o teatro. E em 1984, ela mobilizou a opinião pública para reabri-lo. Por tudo isso, Eva Sopher é uma das figuras mais queridas pelos porto-alegrenses.



Estrutura Atual do São Pedro
O Theatro São Pedro recebe espetáculos de teatro, dança e música. E possui uma das melhores acústicas da América do Sul. O prédio abriga ainda o Café do Theatro, uma excelente opção para um café da tarde ou happy hour.

O Café do Theatro fica no Foyer Nobre, localizado no primeiro andar do prédio. Este local abriga espetáculos e eventos. Tem capacidade para abrigar aproximadamente 200 pessoas sentadas e mais de 400 pessoas em pé.

Dica
No interior do prédio, vale à pena observar os desenhos do teto, com aves típicas do RS. E no lustre, com 35 mil peças de cristal e 600 kg.

Localização: Praça Marechal Deodoro, s/nº, centro de Porto Alegre.
Funcionamento: visitação de 3ª a 6ª feira das 12h às 18h.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Praça da Matriz: Theatro São Pedro, Catedral Metropolitana e Palácio Piratini
Relatos de Porto Alegre

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design