sábado, 31 de maio de 2014

Praça da Alfândega, Porto Alegre

No início do século XIX, o primeiro prédio da Alfândega, às margens do Lago Guaíba, marcava a área como portão de entrada da cidade. Desde então, a paisagem do entorno mudou muito. Em especial com o aterro feito no início do século XX, que deu à praça seu traçado atual. 

Praça da Alfândega e MARGS, ao fundo. Em Porto Alegre
Praça da Alfândega e MARGS, ao fundo.

A Praça Senador Florêncio, também conhecida como Praça da Alfândega, abriga o Monumento aos Poetas, a Carta Testamento de Getúlio Vargas e a Estátua Equestre do General Osório. Na praça, ocorre habitualmente a Feira de Artesanato e a Feira do Livro anualmente.

Cais do Porto de Porto Alegre e área da Praça da Alfândega, no canto direito da foto.
Cais do Porto e área da Praça da Alfândega,
no canto direito da foto.

Em torno da Praça da Alfândega, há prédios históricos e espaços culturais. Junto à Rua dos Andradas estão o Clube Comercial e o Banco Safra. Já na Rua Sete de Setembro, você encontrará o MARGS, o Memorial do Rio Grande do Sul e o Santander Cultural.


Dica
Que tal relembrar versos dos poetas Quintana e Drummond sentado ao lado deles na escultura de Xico Stocklinger?

Escultura do artista gaúcho Xico Stocklinger representa Mário Quintana e Carlos Drummond de Andrade. Praça da Alfândega, em Porto Alegre.
Quintana e Drummond, do artista
gaúcho Xico Stocklinger.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Clube do Comércio de Porto Alegre

Construção de 1939, em estilo art déco, em frente à Praça da Alfândega. Entre o prédio rosa do Clube do Comércio e a praça fica uma feira hippie. Quase ao lado do clube, fica o antigo Banco Safra, num prédio de 1913.

Clube do Comércio de Porto Alegre
Clube do Comércio de Porto Alegre


Érico Veríssimo e o Clube do Comércio

Quando chegou a Porto Alegre, em 1930, Érico Veríssimo morou no Hotel Majestic. Depois, passou pelo Alto da Bronze. Em seguida, alojou-se na Rua Riachuelo. E por uns tempos morou no bairro Moinhos de Vento.

Finalmente, Erico Veríssimo instalou-se no prédio do Clube do Comércio. Ali, ficava perto do burburinho do centro e da editora e livraria onde trabalhava. Só em 1950, mudou-se para a Rua Felipe de Oliveira.

Localização: Rua dos Andradas, 1085, Centro de Porto Alegre.


Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Relatos de Porto Alegre
Rua da Praia e Santa Casa de Porto Alegre

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo, em Porto Alegre

Datado em 1928, o antigo prédio da Força e Luz é agora mantido pela Companhia Estadual de Energia Elétrica. Talvez por este motivo, no segundo andar, funcione o Museu da Eletricidade.
Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo
Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo

Nos outros cinco andares, funcionam um memorial a Érico Veríssimo, um café, uma biblioteca e espaços para exposições. Estes espaços recebem os nomes de obras do escritor nascido em Cruz Alta.

Manuscrito de 'Incidentes em Antares' - Érico Veríssimo
Manuscrito de 'Incidentes em Antares'


Localização: Rua dos Andradas, 1223, Centro de Porto Alegre.


Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Relatos de Porto Alegre
Rua da Praia e Santa Casa de Porto Alegre

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Rua dos Andradas ou Rua da Praia, Porto Alegre

A Rua dos Andradas, a mais antiga de Porto Alegre, ainda hoje é chamada de Rua da Praia. Esta foi sua primeira denominação, porque no trajeto corria à margem do Guaíba, defronte do antigo porto.

A Rua da Praia é a mais antiga de Porto Alegre
A Rua da Praia é a mais antiga de Porto Alegre

Com os sucessivos aterros, o lago afastou-se da rua. E, em meados do século XX, o ponto dos atacadistas transformou-se em área de comércio elegante. E um local de reunião popular em eventos cívicos.

A Rua dos Andradas era o ponto dos atacadistas de Porto Alegre
A Rua dos Andradas era o ponto dos atacadistas

A vocação agregadora dessa via do Centro Histórico se mantém até hoje. O cruzamento da Rua da Praia com a Avenida Borges de Medeiros é conhecido como a Esquina Democrática, ponto de comícios e manifestações.

Desfile de Sete de Setembro na Rua da Praia, em Porto Alegre
Desfile de Sete de Setembro na Rua da Praia

terça-feira, 27 de maio de 2014

Atrações de Porto Alegre por Categoria

Porto Alegre possui atrativos artísticos, culturais e históricos. Obras de arte e esculturas distribuem-se pelos cemitérios e museus da capital gaúcha. Já os espaços culturais organizam exposições e concertos musicais.

Para os amantes da natureza, dois roteiros são obrigatórios. O Lago Guaíba possui ilhas e praias interessantes. Enquanto os Caminhos Rurais incluem pontos que a maioria dos porto-alegrenses desconhece.


Cemitérios

Auditório Araújo Vianna, na Redenção
Auditório Araújo Vianna, na Redenção


Espaços Culturais

Vitral Economia, Trabalho e Crédito - Santander Cultural, Porto Alegre
Vitral Economia, Trabalho e Crédito, Santander Cultural


Igrejas e Templos
Monumentos


Museus

Memorial do Rio Grande do Sul
Memorial do Rio Grande do Sul

Natureza
Morro Santa Teresa


Parques
Parque da Harmonia
Parque do Morro do Osso
Parque Estadual de Itapuã


Prédios Históricos

Praça da Alfândega e Clube do Comércio (prédio rosa, ao fundo)
Praça da Alfândega e Clube do
Comércio (prédio rosa, ao fundo)


Palácio Piratini, Porto Alegre
Palácio Piratini, Porto Alegre


Pórtico Central do Cais do Porto, na extremidade direita da foto.
Pórtico Central do Cais do Porto, na
extremidade direita da foto.

Praça da Alfândega

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Atrações de Porto Alegre por Localização

Os principais atrativos de Porto Alegre são os histórico-culturais. Eles ficam, em grande parte, no Centro Histórico da cidade. Já os atrativos naturais se concentram na Zona Sul da capital gaúcha.


Avenida Borges de Medeiros

Monumento dos Açorianos e Centro Administrativo
Monumento dos Açorianos e Centro Administrativo


Azenha e Glória


Cidade Baixa

Escultura 'A Dança', Caminho dos Antiquários - Porto Alegre
'A Dança', Caminho dos Antiquários




Menino Deus e Zona Sul
Morro Santa Teresa
Parque do Morro do Osso

Vitral Comércio e Justiça - Santander Cultural, Porto Alegre
Vitral Comércio e Justiça, Santander Cultural


Moinhos de Vento e Floresta


Parque da Redenção


Praça da Alfândega

Detalhes da Fachada do MARGS
Detalhes da Fachada do MARGS

Praça da Matriz
Museu Júlio de Castilhos

Monumento a Júlio de Castilhos
Monumento a Júlio de Castilhos

Palácio Piratini
Praça da Matriz (Praça Marechal Deodoro)

Theatro São Pedro, em Porto Alegre
Theatro São Pedro, em Porto Alegre


Prefeitura Municipal

Pórtico Central do Cais do Porto
Pórtico Central do Cais do Porto

Rua dos Andradas (Rua da Praia)
Usina do Gasômetro (Antiga Usina Termoelétrica)

domingo, 25 de maio de 2014

John Williams: Guerra na Estrelas

O filme “Guerra nas Estrelas” foi escrito e dirigido por George Lucas e estreou, nos EUA, em 25/05/1977. Foi o primeiro da série épica “Guerra nas Estrelas”. E projetou o ator Harrison Ford, um iniciante na época.

A trilha sonora de "Guerra na Estrelas" foi composta por John Williams, em 1977.
A trilha sonora de "Guerra na Estrelas" foi
composta por John Williams, em 1977.

Para a trilha sonora, Steven Spielberg, amigo de George Lucas, indicou o maestro John Williams. Spielberg e Williams haviam trabalhado juntos no filme “Tubarão”. E o compositor havia recebido o Oscar na ocasião.

Star Wars” remetia a mundos distantes. Lucas queria que a trilha gerasse uma familiaridade emocional. Williams aceitou o desafio. E, em março de 1977, regeu a Orquestra Sinfônica de Londres nos 12 dias de gravações.


George Lucas desejava uma trilha grandiosa para “Guerra nas Estrelas”. E reuniu suas peças orquestrais favoritas para isso. Então, John Williams o convenceu que uma trilha sonora original seria única e mais unida.

Mas algumas das peças de Williams foram influenciadas pelas músicas dadas por Lucas. "Main Title Theme" foi inspirada no tema de “Kings Row”, de 1942. E "Dune Sea of Tatooine" remete à trilha de “Bicycle Thieves”.


sábado, 24 de maio de 2014

Porto Alegre, no Século XX: Júlio de Castilhos, Borges de Medeiros e Getúlio Vargas

Em 1884, 4 anos antes da Lei Áurea, decretou-se a libertação dos escravos. E em 1893, eclodiu a sangrenta Revolução Federalista, a qual buscava “libertar o Rio Grande da tirania de Júlio de Castilhos”. Este triunfou. E em 1897, foi sucedido por Borges de Medeiros, que governou até 1928.

Porto Alegre: Rua Sete de Setembro e Igreja das Dores, 1930
Rua Sete de Setembro e Igreja das Dores, 1930

Continuação de...
Porto Alegre, Século XIX: Desenvolvimento da Cidade e Revolução Farroupilha

Borges de Medeiros escolheu José Montaury como Intendente de Porto Alegre. Este investiu na cidade, acumulando dívidas. Na época, construíram-se prédios como o Palácio Piratini, a Prefeitura, a Biblioteca Pública, o Banco da Província, a Delegacia Fiscal e os Correios e Telégrafos.

Porto Alegre: Avenida João Pessoa, 1909
Avenida João Pessoa, 1909

Porto Alegre: Beneficência Portuguesa, 1909
Beneficência Portuguesa, 1909

A Revolução de 1923 tentou derrubar Borges de Medeiros. E não conseguiu. Porém, retirou o seu poder de nomear o Intendente (prefeito) de Porto Alegre. Assim, José Montaury, em 1924, deu lugar a Otávio Rocha. Naquele ano, a cidade contava com cerca de 190 mil habitantes.

Cais do Porto de Porto Alegre, 1925
Cais do Porto de Porto Alegre, 1925

Porto Alegre: Esquina Otávio Rocha e Marechal Floriano, 1900
Esquina Otávio Rocha e Marechal Floriano, 1900

Otávio Rocha queria transformar Porto Alegre na “nova Paris”. E perseguindo tal meta, derrubou casarões e cortiços para dar lugar a largas avenidas. Com isso, aumentou a dívida. Em 1927, circulavam 3000 automóveis na cidade. A morte de Otávio Rocha, em 1927, conduziu Alberto Bins ao cargo.

Porto Alegre: Menino Deus, do Alto do Morro Santa Tereza, 1910
Menino Deus, do Alto do Morro Santa Tereza, 1910

Mercado Público de Porto Alegre e  Avenida Borges de Medeiros, 1950
Mercado Público  de Porto Alegre e
Avenida Borges de Medeiros, 1950

Assim como Getúlio Vargas, Alberto Bins era um simpatizante do nazismo. Naquela época, as exportações de couro e fumo para a Alemanha aumentaram bastante. No entanto, foi José Loureiro da Silva, nomeado Intendente por Getúlio Vargas, quem modernizou a cidade de Porto Alegre.

Porto Alegre: Praça da Alfândega e Escadaria para o Lago Guaíba, 1900
Praça da Alfândega e Escadaria para Guaíba, 1900

Porto Alegre: Praça da Alfândega, 1930
Praça da Alfândega, 1930

José Loureiro da Silva abriu importantes avenidas, como Farrapos, Salgado Filho e André da Rocha. E ampliou as avenidas Borges de Medeiros e João Pessoa. Durante o Estado Novo, criou o Conselho do Plano Diretor, buscando a resolução dos constantes engarrafamentos no centro da cidade.

Porto Alegre: Rua 24 de Outubro, construção, 1907
Rua 24 de Outubro, construção, 1907

Todos os Nomes de Porto Alegre
1730 – Porto do Viamão
1740 – Porto de Dorneles
1752 – Porto dos Casais
1772 – Porto de São Francisco dos Casais
1773 – Freguesia de Nossa Senhora Madre de Deus de Porto Alegre
1809 – Vila de Nossa Senhora Madre de Deus de Porto Alegre
1822 – Cidade de Porto Alegre
1841 – Leal e Valorosa Cidade de Porto Alegre

Fotos antigas adaptadas do site www.curtopoa.com.br


Veja também...
Porto Alegre, no Século XVIII: Jerônimo de Ornellas e Porto dos Casais

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design