sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Capivaras e Pássaros no Parque Tupancy

Na manhã do dia 05/08/13, conheci o Parque Tupancy. Ele fica na praia de Rondinha, em Arroio do Sal. Este parque ecológico abriga capivaras e algumas aves. Dentro dele, é possível fazer pequenas trilhas.

Capivara, Pássaros e Lago no  Parque Tupancy, em Arroio do Sal
Capivara, Pássaros e Lago no
Parque Tupancy, em Arroio do Sal

Como, desta vez, fiquei em um hotel de frente para a praia, ao acordar, tirei fotos do nascer-do-sol. Consegui fotografar também parte do farol pelo qual havia passado, na tarde anterior. Deixei o Hotel D´Itália logo após o café-da-manhã.

Nascer do Sol na Praia, em Arroio do Sal
Nascer do Sol na Praia, em Arroio do Sal

Segui para a praia de Rondinha. E cheguei ao Parque Tupancy pouco após as 9h20. O parque pertence ao município de Arroio do Sal e é bem pequeno. A entrada é gratuita e na recepção você recebe alguns panfletos sobre o parque.

Nascer do Sol, com o Farol ao Fundo, em Arroio do Sal
Nascer do Sol, com o Farol ao Fundo

Ao cruzar a recepção, você caminhará por uma passarela, delimitada por cordas. Em torno dela circulam as capivaras e os pássaros. Neste ambiente, há um pequeno lago. Este é o ambiente de circulação interna do parque.



Você também pode fazer trilhas, pela parte externa do Parque Tupancy. Estas trilhas, bem demarcadas, percorrem um pequeno trecho de mata. E acabam nas dunas. E em duas lagoas atrás do parque. Uma delas é conhecida como Lagoa do Banho.

Lagoa do Banho, Atrás do Parque Tupancy, em Arroio do Sal
Lagoa do Banho, Atrás do Parque Tupancy

O relato segue com...

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

"Luzes da Cidade", de Charles Chaplin

Luzes da Cidade” é uma comédia romântica, lançada em 1931. Foi escrita, dirigida e estrelada por Charlie Chaplin. “Luzes da Cidade” foi o primeiro filme para o qual Charlie Chaplin também compôs a trilha sonora.

Charlie Chaplin em "Luzes da Cidade" (1931)
Charlie Chaplin em "Luzes da Cidade" (1931)

No filme, Carlitos (Charlie Chaplin) apaixona-se por uma vendedora de flores cega (Virginia Cherrill). E, paralelamente, desenvolve uma amizade turbulenta com um milionário alcoólatra (Harry Myers).

Charlie Chaplin compôs a trilha sonora de “Luzes da Cidade”, em seis semanas, em parceria com o baixista Arthur Johnston. E a intenção era traduzir as emoções dos personagens através de suas melodias.


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Lagoa de Banho, Arroio do Sal

Fica junto ao Parque Natural Municipal Tupancy, em Arroio do Sal. Pode-se chegar à Lagoa de Banho por meio de uma trilha que parte do parque. Também é possível chegar à lagoa de carro, estacionando à sua margem.

Lagoa de Banho, em Arroio do Sal
Lagoa de Banho, em Arroio do Sal

Veja também...

Parque Natural Municipal Tupancy, Arroio Sal

O Parque Natural Municipal Tupancy fica próximo à Estrada do Mar. Nele, você pode fazer trilhas e observar a fauna. O parque busca a proteção de recursos naturais da Região Costeira e da Mata Atlântica. Em especial, as dunas, as lagoas, os banhados e a mata de restinga. Assim como a flora e a fauna a eles associados.

Parque Natural Municipal Tupancy
Parque Natural Municipal Tupancy


O Parque Natural Municipal Tupancy, em Arroio do Sal, é considerado o patrimônio natural mais importante do litoral norte do RS. Esta reserva ecológica, desde 1996, preserva os atributos naturais da região. Nela é possível observar animais silvestres como capivaras, lebres, gambás e cisnes.

Capivara no Parque Tupancy, em Arroio do Sal
Capivara no Parque Tupancy, em Arroio do Sal

Localização: Interpraias Norte, 7843, Arroio do Sal.
Funcionamento: 3ª a sábado, das 08h30 às 11h30 e das 13h30 às 18h30.

Veja também...

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Arroio do Sal, Rio Grande do Sul

Arroio do Sal, localizada a 165 km de Porto Alegre é o município do Litoral Norte do RS com maior costa marítima. São 27 km de praias, onde se encontram cerca de 60 balneários, entre Torres e Capão da Canoa.

Cidade de Arroio do Sal, no mapa do Rio Grande do Sul
Arroio do Sal, Rio Grande do Sul

Arroio do Sal fica a 30 km de Torres, da qual se emancipou em 1988. Dentre suas praias destacam-se Areias Brancas, Bom Jesus e Rondinha. Mas o que diferencia Arroio do Sal são seus parques e áreas rurais.

Farol de Arroio do Sal no Pôr-do-Sol
Farol de Arroio do Sal no Pôr-do-Sol

O nome do município está ligado ao hábito dos pescadores de ferver a água do mar para obter o sal. O sal era necessário à conservação dos pescados. E o trabalho era realizado em um arroio de águas limpas.

Lagoa do Banho, em Arroio do Sal
Lagoa do Banho, em Arroio do Sal


Festa do Pescador
Em Arroio do Sal ocorre uma das poucas festas do Estado dedicadas ao pescador. A festa também promove o papa-terra, o peixe mais tradicional da região. A Festa do Pescador e do Papa-Terra ocorre no mês de julho.

Arroio do Sal: Praça e Farol (ao fundo)
Arroio do Sal: Praça e Farol (ao fundo)

A festa é alusiva à atividade que integra a história local, mesmo antes de Arroio do Sal se tornar município. Na década de 1940, havia apenas dunas e mato na região. Mas os pescadores passavam por ali na época de peixe.

Mapa de Arroio do Sal adaptado do Wikipedia.

Capivaras e Pássaros no Parque Tupancy
Capivaras e Pássaros no Parque Tupancy



Atrações de Arroio do Sal


Veja também...
Capivaras e Pássaros no Parque Tupancy

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Como chegar às Cachoeiras Poço das Andorinhas e Poço dos Morcegos?

Deixei Torres e segui para a cidade de Três Cachoeiras. Lá eu visitei duas cachoeiras: o Poço das Andorinhas e o Poço dos Morcegos. Deixarei aqui um registro de como se chega a essas duas cachoeiras.

Poço das Andorinhas, em Três Cachoeiras, Pequena Cidade Próxima de Torres
Poço das Andorinhas, em Três Cachoeiras,
Pequena Cidade Próxima de Torres

Continuação de...

Antes de deixar Torres, passei pela Ponte Pênsil novamente. Fui falar com o barqueiro para saber se haveria passeio para a Ilha dos Lobos. E ele disse que o mar estava muito agitado, impossibilitando este tipo de passeio.

Poço dos Morcegos: Um Pouco Além do Poço das Andorinhas, em Três Cachoeiras
Poço dos Morcegos: Um Pouco
Além do Poço das Andorinhas

Segui, então, a Três Cachoeiras. A cidade foi uma dica de uma funcionária da Casa da Cultura de Criciúma. Confesso que eu nunca havia ouvido falar a respeito de Três Cachoeiras. Mas valeu à pena conhecer o local.


Como Chegar ao Poço das Andorinhas?
Como vinha de Torres, deixei a BR-101 e peguei a pista lateral, no primeiro acesso de Três Cachoeiras. Segui na pista lateral até próximo a um viaduto. Neste local, inicia uma estrada asfaltada que leva em direção a Lageadinho.


Você deverá seguir por esta estrada por cerca de 3 km. Pouco após uma ponte sobre a qual só passa um carro por vez, você verá uma igreja, à direita da pista. Você deve pegar a estrada de terra que haverá à esquerda.

Logo no início da estrada, você passará pelo Esporte Clube Lageadinho. O local é uma referência de que você está o caminho certo. Você deverá seguir por esta estrada de terra por uns 14 km. Então, você cruzará o rio sobre uma ponte, à sua direita.


Poucos metros após a ponte, há uma bifurcação. Você deverá seguir à direita. Cerca de 1 km depois desta ponte, haverá uma casinha de madeira. Você deverá seguir à direita. Não passe pela ponte à esquerda!

Mais adiante há uma bifurcação, numa plantação de bananas. Siga pela estrada à sua esquerda. Poucos metros à frente, acaba a estrada e você encontrará as trilhas até as cachoeiras as duas ficam bem próximas. E a trilha é bem aberta.



Arroio do Sal
Deixei Três Cachoeiras, após visitar o Poço das Andorinhas e o Poço do Morcego. Meu próximo destino era a praia de Arroio do Sal. Torres talvez fosse uma opção melhor. A estrutura de Arroio do Sal, no inverno, é bem precária...

Farol na Praia de Arroio do Sal
Farol na Praia de Arroio do Sal


Contabilidade do Dia
Gasolina = R$ 50,00
Hotel D´Italia = R$ 75,00
Ala Minuta = R$ 15,90
Gasto Diário = R$ 140,90

domingo, 26 de janeiro de 2014

Poço dos Morcegos, Três Cachoeiras

O Poço dos Morcegos é uma pequena queda d’ água que forma uma piscina natural em meio às pedras e à vegetação. Fica no interior do município de Três Cachoeiras. E próximo ao Poço das Andorinhas.

Poço dos Morcegos, Três Cachoeiras
Poço dos Morcegos, Três Cachoeiras

Veja também...

Poço das Andorinhas, Três Cachoeiras

O Poço das Andorinhas consiste em uma pequena queda d’ água, com um salto de 3,5 metros de altura, cercado de vegetação. Fica no interior do município de Três Cachoeiras. E próximo ao Poço dos Morcegos.

Poço das Andorinhas, em Três Cachoeiras
Poço das Andorinhas, em Três Cachoeiras

Veja também...

Três Cachoeiras, Rio Grande do Sul

O município de Três Cachoeiras fica a 171 km de Porto Alegre, na região nordeste do Rio Grande do Sul. Apesar de ficar próxima de Torres, Três Cachoeiras, não se localiza junto à costa. E a cidade não faz parte do Litoral Norte do RS. Os destaques são as cachoeiras e o turismo rural.

Cidade de Três Cachoeiras, no mapa do Rio Grande do Sul
Três Cachoeiras, Rio Grande do Sul

Na comunidade de Morro Azul, distrito de Três Cachoeiras, o contato com o meio rural e a natureza é constante. Distante 12 km do centro da cidade, o distrito ainda preserva muito da história dos imigrantes italianos e alemães, os colonizadores da região.

Cachoeira Poço das Andorinhas
Cachoeira Poço das Andorinhas

É possível retornar ao passado nas visitas ao moinho de pedra, ao alambique ou à casa da colonização. A gastronomia é parte importante do passeio. Na área rural de Três Cachoeiras você encontrará produtos coloniais, tais como queijos, vinhos, salames e licores.

Cachoeira Poço dos Morcegos
Cachoeira Poço dos Morcegos


Atrações de Três Cachoeiras


Veja também...

sábado, 25 de janeiro de 2014

Lagoa do Violão, Torres

Esta lagoa foi formada pelo recuo do mar que há muitos anos chegava até a Serra de Osório. O formato desta lagoa lembra o de um violão.

Lagoa do Violão, em Torres
Lagoa do Violão, em Torres

Localização: centro de Torres, a oeste do Morro do Farol.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

Morro do Itapeva, Torres

O Morro do Itapeva, conhecido também como Torre Sul, oferece uma vista panorâmica da cidade de Torres. E a palavra Itapeva, em Tupi-Guarani, quer dizer “Pedra Chata”.

Morro do Itapeva, na Praia de Itapeva, Torres
Morro do Itapeva, na Praia de Itapeva, Torres

Localização: Praia de Itapeva.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

Praia de Itapeva, Torres

A Praia de Itapeva fica localizada ao sul da Praia da Guarita. É reta e de mar aberto. É a maior praia de Torres, com 6 km de extensão. Possui areias finas e claras. A Praia de Itapeva é propícia à pesca.

Praia de Itapeva, em Torres
Praia de Itapeva, em Torres

Nesta praia, fica o Parque Estadual de Itapeva. Dele faz parte o Morro do Itapeva. As dunas da Praia de Itapeva são procuradas para a prática de sandboard. A praia ainda abriga um terminal turístico.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Praia da Guarita, Torres

Praia perigosa, reservada, com fundo rochoso, bancos de areia, buracos e correntes marítimas. Muito procurada por surfistas, por causa de suas ondas altas. Fica no Parque Estadual da Guarita, entre as Torres do Meio e Sul.

Praia da Guarita, em Torres
Praia da Guarita, em Torres

A Praia da Guarita é considerada a mais bela do Rio Grande do Sul. Pequena, quase uma enseada, esta é a menor praia de Torres. E no meio da areia, esta praia possui uma curiosa torre de basalto formada pela erosão.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

Igreja Matriz de São Domingos, Torres

A Igreja Matriz de São Domingos foi concluída em 1824, em estilo colonial barroco. É a igreja mais antiga de Torres e possui apenas uma torre.

Igreja Matriz de São Domingos, Torres
Igreja Matriz de São Domingos, Torres

A Igreja Matriz abriga imagens doadas por D. Pedro I. Em 1983, foi tombada pelo Projeto Pró-Memória. Atualmente, está fechada para reformas.

Localização: Praça Coronel Severiano Rodrigues da Silva, na Rua General Firmino Paim, centro de Torres.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

Parque Ecológico Estadual da Guarita, Torres

Área de preservação ambiental criada em 1971. O parque abriga falésias e morros, como a Torre do Sul, o Morro da Guarita e a Torre do Meio ou Morro das Furnas. O parque também abriga a única praia gaúcha com formações rochosas. As rochas basálticas formaram-se do mesmo derramamento de lava que originou os paredões da Serra Geral.

Lago e Morro da Guarita em Torres
Lago e Morro da Guarita em Torres

A Torre Sul é o limite entre o parque e a Praia de Itapeva. A Torre Norte é o Morro do Farol. E o Morro do Meio ou das Furnas marca o limite com a Praia da Cal. Entre os dois morros, na areia, fica um grande rochedo. No primeiro morro, existe uma escadaria até o topo. No segundo, pode-se subir por trilha ou por escada, junto à praia. Outra escada permite descer até as furnas.

Morro das Furnas, em Torres
Morro das Furnas, em Torres

O Parque Ecológico Estadual da Guarita possui um grande gramado e lago artificial. Há um anfiteatro ao ar livre e um restaurante feito com pedras da Torre Sul. Seu telhado é feito com palha Santa Fé. Há, por fim, o pórtico com informações turísticas. O parque foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx e por José Lutzemberger. E é palco de diversos eventos culturais.

Praia da Cal e Morro do Farol, em Torres
Praia da Cal e Morro do Farol, em Torres

Localização: ao sul do Morro do Farol, em Torres. Acesso pela Rua Caxias do Sul.

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Morro das Furnas, Torres

O Morro das Furnas ou Torre do Meio é a principal Torre da cidade de Torres. Tanto pelo tamanho como pelas atrações naturais. No Morro das Furnas, encontra-se o ponto culminante de Torres, com 66 metros de altitude.

Morro das Furnas ou Torre do Meio, em Torres
Morro das Furnas ou Torre do Meio, em Torres

A Torre do Meio fica a 600 metros do Morro do Farol. É a maior e mais extensa das três torres que dão nome ao município. E por ser também a mais alta, oferece uma bela vista da cidade de Torres.

O Morro das Furnas abriga ainda uma lagoinha, o mirante Pontezinha, um arco de pedra chamado Portão, um capitel e diversas furnas. No Morro das Furnas, é comum a prática de montanhismo e rappel.

Escadaria em Meio às Rochas, Morro das Furnas
Escadaria em Meio às Rochas, Morro das Furnas

Veja também...
Morro das Furnas e Praia da Guarita

Praia da Cal, Torres

Praia com areias brancas, localizada entre os Morros do Farol e a Torre do Meio ou Morro das Furnas. A praia é muito frequentada por surfistas. E possui sinalização, por meio de bandeiras, sobre as condições de banho.

Praia da Cal, em Torres. Fica entre o Morro do Farol e o Morro das Furnas.
Praia da Cal, em Torres. Fica entre o
Morro do Farol e o Morro das Furnas.

A Praia da Cal possui esse nome devido à existência, até 1940, de vários fornos de torrefação de conchas, caramujos e mariscos. A partir deles era produzida a cal. Nesta praia fica a Praça de Nossa Senhora dos Navegantes.

Veja também...
Rio Mampituba e Praias de Torres

Farol do Morro do Farol, Torres

O primeiro farol do Morro do Farol, em Torres, foi erguido em 1912. E desde então, orienta a navegação na área. O farol atual é de 1970, possui 18 metros de altura e acende a cada 8 segundos. Este farol pode ser visto a uma distância de oito milhas marítimas ou 12 km.

Farol do Morro do Farol, em Torres
Farol do Morro do Farol, em Torres

Acesso: pela Rua Alferes Ferreira Porto. São uns 600 metros até o topo.

Veja também...
Rio Mampituba e Praias de Torres

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Morro do Farol, Torres

O Morro do Farol ou Torre Norte abriga o farol, uma fonte de água pura e a Gruta de Nossa Senhora Aparecida. Fica ao norte do Parque da Guarita. E oferece vista panorâmica de Torres, da Praia do Meio, da Lagoa do Violão, da Ilha dos Lobos e da Praia Grande.

Morro do Farol, em Torres
Morro do Farol, em Torres

Acesso: pela Rua Alferes Ferreira Porto. São uns 600 metros até o topo.

Veja também...
Rio Mampituba e Praias de Torres

Prainha, Torres

A Prainha, também conhecida como Praia do Meio, fica ao sul da Praia Grande. Com 600 metros de extensão, é a mais tranquila de Torres. Não é propícia aos banhos, pois em alguns pontos o fundo é rochoso.

Prainha e Morro do Farol, em Torres
Prainha e Morro do Farol, em Torres

A Prainha é pequena e fica localizada entre as torres. O fundo rochoso proporciona ótimas ondas, atraindo surfistas ao local. A Prainha é, por este motivo, o ponto de encontro dos jovens à beira-mar.

Ao contrário da Praia dos Molhes e da Praia Grande, a Prainha não possui dunas. A grama chega até a areia. E dali você terá uma bela vista dos morros da cidade. Em especial, do Morro do Farol, referencial de Torres.

Veja também...
Rio Mampituba e Praias de Torres

Praia Grande, Torres

A Praia Grande é uma praia rasa com 2 km de extensão. As ondas são calmas e a maré é mansa. Possui um atrativo calçadão e é praia a mais frequentada de Torres. Caracteriza-se pelas dunas e pela cor branca de suas areias.

Praia Grande: A Melhor Estruturada de Torres
Praia Grande: A Melhor Estruturada de Torres

A Praia Grande é muito procurada para windsurf, vela e surf. Ela é a praia preferida para banhos. No verão, recebe campeonatos esportivos e shows. Na Praia Grande, era possível se alugar barcos para visitar a Ilha dos Lobos.

Praia Grande e Prainha Vistas do Morro do Farol
Praia Grande e Prainha Vistas do Morro do Farol

Veja também...
Rio Mampituba e Praias de Torres

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design