quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Setor Real, em Machu Picchu

Os edifícios do Setor Real, por vezes chamado de Grupo do Rei, têm consideráveis linteis de rocha, alguns de três toneladas. Possivelmente, era local onde Pachacútec e os membros da corte se hospedavam.

Grupo do Rei ou Setor Real, Machu Picchu
Grupo do Rei ou Setor Real, Machu Picchu

A entrada e saída do Palácio Real por um único portal indicavam o alto nível de segurança da construção. A entrada é uma passagem estreita que leva a um pátio principal.

Primeiro, passa-se por uma pequena habitação com hall e muros altos. O destaque é a “pedra do enforcado”. Com uma saliência oca e em forma de argola, o mais provável é que esta rocha tenha servido para algum rito.

Curiosidades
# No setor real, havia um espaço para banho, um dos poucos no caso andino;
# As rochas eram trabalhadas com pedra (marteladas) e areia (polimento).

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Tumba ou Mausoléu Real, Machu Picchu

Bingham encontrou ali a tumba de um personagem importante. Os itens vistos o fizeram supor que se tratava de governante inca. Possivelmente, a autoridade de Machu Picchu. Por isso, chamou de Mausoléu Real.

Tumba Real: Sob o Templo do Sol de Machu Picchu
Tumba Real: Sob o Templo do Sol

A Tumba Real fica em uma gruta natural, abaixo do Templo do Sol. Os incas esculpiram a rocha que funciona como base do templo. Ali construíram um mausoléu que serviu de tumba ao governante.

À direita, você verá uma rocha esculpida com três degraus, simbolizando a pachamama. E esta rocha foi unida, harmoniosamente, a grande rocha que sustenta o Templo do Sol. O conjunto traz em si uma simbologia...

A parte inferior da construção (Tumba Real) fica na sombra e representa o mundo dos mortos. A parte superior (Templo do Sol) é iluminada pelo sol e representa o mundo celestial. A construção geral seria o mundo dos vivos.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Palácio da Princesa (Ñusta), Machu Picchu

Construção de dois andares, localizada ao lado do Templo do Sol. O local foi erguido com blocos que se encaixam perfeitamente. O acabamento é de alta qualidade. É uma construção muito bem trabalhada. 

Palácio da Princesa (Ñusta), em Machu Picchu
Palácio da Princesa (Ñusta)

O Palácio da Princesa possui base retangular, com os muros inclinados para dentro. Há uma pequena janela na fachada e outra maior, que se comunica com o Templo do Sol. Esta janela maior fica no segundo andar.

Presume-se que este local serviu de moradia à princesa inca ou a alguma sacerdotisa com consideração especial. Os indícios são a localização ao lado do Templo do Sol, o acabamento e a presença de entrada exclusiva.

domingo, 28 de outubro de 2012

Queen - News of the World (1977)

O sexto álbum de estúdio do Queen foi lançado em 28/10/77. Foi o segundo álbum a ser produzido só pelo Queen. Nele estão os hits “We Will Rock You”, “We Are the Champions” e “Spread Your Wings”.
Queen - News of the World (1977)
Queen - News of the World

As composições de “News of the World” deixaram de se centralizar em Brian May e Freddie Mercury. Roger Taylor e John Deacon são os autores de duas músicas cada.

We Will Rock You” é uma das canções mais conhecidas da história da música. Ela foi composta por Brian May. E lançada num single junto com “We Are the Champions”.


Freddie Mercury compôs We Are the Champions” em 1975. E disse que pensava em futebol ao escrever a música. O grupo filmou o videoclipe no New London Theater.

A música “Spread Your Wings” foi composta por John Deacon. Freddie Mercury tocou piano. Seu videoclipe foi filmado na casa do baterista Roger Taylor e as externas na neve.




Veja também...

sábado, 27 de outubro de 2012

Templo do Sol, em Machu Picchu

Única construção circular de todo o complexo de Machu Picchu. E possui admirável encaixe de pedras, fazendo erguer-se uma torre. A finalidade da construção, também, parece ser um consenso entre os estudiosos...

Templo do Sol: Única Construção Circular de Machu Picchu
Templo do Sol: Única Construção
Circular de Machu Picchu
 

Quando Bingham encontrou este templo semicircular e de fino acabamento, logo pensou ser o templo dedicado ao culto solar. Afinal, o formato era bem semelhante ao do Qorikancha, em Cusco.

Templo do Sol de Machu Picchu - Janelas do Templo Alinhadas com o Sol
Janelas do Templo Alinhadas com o Sol

Aparentemente, Bingham estava correto! Afinal, as janelas do templo estão alinhadas aos pontos onde nasce o sol nos solstícios de verão e de inverno. Respectivamente, os dias mais longo e mais curto do ano.

Vista Lateral do Templo do Sol, Machu Picchu
Vista Lateral do Templo do Sol, Machu Picchu

No solstício de inverno, a janela recebe luz do sol e a conduz até a pedra central do templo. Ter uma referência com esta era útil para determinar a melhor época para a semeadura e a colheita.

Templo do Sol de Machu Picchu no Solstício de Inverno
Templo do Sol no Solstício de Inverno

Junto ao templo está a Casa do Sacerdote. Segundo os arqueólogos, o local era um observatório astronômico. Tanto a posição das constelações como os solstícios eram usados para orientar os ciclos agrícolas.

Detalhe do Templo do Sol, em Machu Picchu
Detalhe do Templo do Sol, em Machu Picchu

+ Havia só uma entrada para o Templo do Sol. Um muro impedia o acesso pelo norte. Ele foi retirado para facilitar a circulação dos visitantes;
+ A entrada do Templo do Sol, controlada por mecanismo de segurança, é a porta mais bela de Machu Picchu;
+ O Palácio da Princesa tem uma entrada exclusiva para o Templo do Sol;
+ A Janela da Serpente servia para introduzir cobras no Templo do Sol;
+ Abaixo do Templo do Sol há uma gruta, onde foram encontradas tumbas. Esta gruta foi denominada Tumba Real. E os seus degraus representam os três níveis de existência do universo inca. A cobra é o mundo das trevas. O puma, a vida presente. E o condor, o mundo celestial.

Janela da Serpente, no Templo do Sol, em Machu Picchu
Janela da Serpente, no Templo do Sol

Dica do Guasca
O Bernabeu, o nosso guia em Machu Picchu, explicou a entrada dos raios de sol, no Templo do Sol. Nos solstícios de verão e de inverno, o sol entra por janelas diferentes. Outra particularidade é que, no de verão, os raios de sol passam pela Porta do Sol (Inti Punku).

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Praça Principal de Machu Picchu

Como não há informação mais exata sobre Machu Picchu, a maior parte dos dados são especulações e suposições dos investigadores. E a principal fonte é ainda Hiram Bingham, o descobridor das ruínas.

A Praça Principal de Machu Picchu
A Praça Principal de Machu Picchu

A praça divide o setor urbano em dois: oriental e ocidental. Os edifícios do lado ocidental estavam supostamente consagrados a ritos religiosos. A própria praça, possivelmente, era usada também para isto.

A Praça Principal Divide o Setor Urbano de Machu Picchu
A Praça Principal Divide o Setor Urbano

A Praça Principal ou Central é conhecida como Chawpi Pata. Ela, além estar, possivelmente relacionada aos ritos religiosos, deve ter servido como um lugar de encontro para os habitantes de Machu Picchu.

Praça Principal: Lugar de Encontro em Machu Picchu
Praça Principal: Lugar de Encontro em Machu Picchu

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

As 16 Fontes de Água de Machu Picchu

A água, sinônimo de fertilidade, era um elemento sagrado para os incas. E o culto a ele era atividade rotineira em Machu Pachu. Assim, os incas construíram 16 fontes de água e canais abertos ou subterrâneos.

Uma das 16 Fontes de Machu Picchu
Uma das 16 Fontes de Machu Picchu

Os incas aproveitaram uma nascente em uma encosta íngreme, ao norte de Machu Picchu, para construírem um canal com 749 metros de extensão. E esse canal trazia a água até a cidade.

A água seguia até a base de uma pedra escavada na fonte. Então, ela entrava num dreno circular e este a conduzia até um canal ligado à fonte seguinte.


O Sistema de Fontes...

Esse sistema de fontes que integrava o canal fazia com que a água seguisse lenta e continuamente. O conjunto era dividido em grupos de quatro fontes cada. E os grupos de quatro permitem vincular as fontes a conceitos rituais.

O primeiro grupo parecia integrado ao Templo do Sol. Os outros grupos de quatro fontes seguiam para baixo da Praça Principal. Depois, a água seguia na direção do Templo do Condor.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Inti Punku ou Porta do Sol, Machu Picchu

O Inti Punku fica a cerca de 1 km de Machu Picchu. E está localizado a aproximadamente 2.650 metros de altura. Este é o local por onde chega quem vem a Machu Picchu pela Trilha Inca.

Recinto do Inti Punku ou Porta do Sol, Machu Picchu
Recinto do Inti Punku ou Porta do Sol, Machu Picchu

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Rocha Funerária, em Machu Picchu

A rocha escavada, possivelmente, era usada para embalsamar os corpos de sacerdotes e de personalidades importantes. Ela fica perto da Cabana do Guardião e proporciona uma bela vista de todo o local.

Rocha Funerária de Machu Picchu
Rocha Funerária de Machu Picchu

A Rocha Funerária fica na parte oriental do setor agrícola. Nesta área uma grande quantidade de tumbas foi descoberta. Por isso, este local também ficou conhecido como Cemitério Superior de Machu Picchu... 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Posto de Vigilância ou Cabana do Guardião, Machu Picchu

Com ampla vista de Machu Picchu, a pequena construção ficava localizada no topo do setor agrícola. Tinha posição estratégica, para que o guardião vigiasse os pontos de acesso ao sul da cidade.

Machu Picchu - Posto de Vigilância ou Cabana do Guardião
Posto de Vigilância ou Cabana do Guardião

A Cabana do Guardião foi restaurada e ganhou um telhado de sapé. A ideia era torná-la similar à construção original, antes de o sítio ser abandonado. Ou a como se supunha que era a construção original...

A Cabana do Guardião conta com três paredes onde deviam ser pendurados objetos pesados. Dela, você terá uma vista espetacular do entardecer em Machu Pacchu

domingo, 21 de outubro de 2012

Terraços Agrícolas de Machu Picchu

Fazem parte, na verdade, dominam o setor agrícola de Machu Picchu. Esses terraços agrícolas ficam escavados na encosta das montanhas. E produziam alimento para até mil habitantes.

Terraços Agrícolas de Machu Picchu
Terraços Agrícolas de Machu Picchu

Os terraços agrícolas ficam em ambos os lados da montanha. Um deles no lado ocidental, outro no oriental, em frente à montanha Putucusi. Por ali passa o caminho que liga a cidadela ao Inti Punku (Porta do Sol).

Os Terraços Dominam o Setor Agrícola de Machu Picchu
Os Terraços Dominam o Setor Agrícola

sábado, 20 de outubro de 2012

Setores Agrícola e Urbano de Machu Picchu

Machu Picchu divide-se em setores. Ao menos, esta é a leitura atual que se faz da antiga cidade secreta inca. Assim, convencionou-se separar os setores em agrícola e urbano. Este, com a maior parte das construções...

Setor Agrícola
Posto de Vigilância (Cabana do Guardião)

Construção de Dois Pisos no Setor Agrícola de Machu Picchu
Construção de Dois Pisos no
Setor Agrícola de Machu Picchu


Setor Urbano

Fosso Seco: Separa o Setor Urbano do Rural de Machu Picchu
Fosso Seco: Separa o Setor Urbano do Rural

Palácio da Princesa
Praça Principal
Praça Sagrada
Rocha Sagrada

Intihuatana, no Setor Urbano de Machu Picchu
Intihuatana, no Setor Urbano de Machu Picchu

Tumba Real (Mausoléu)

A Praça Principal e A Montanha Putucusi de Machu Picchu
A Praça Principal e A Montanha Putucusi

Inti Punku (Porta do Sol)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O Peru não é só Machu Picchu!

O grande problema no turismo do Peru, é que, praticamente só se fala de Machu Picchu. Isto, é claro, não é um problema exclusivo daquele país. 

Lima: Plaza Mayor, La Catedral e Palacio Arzobispal
Lima: Plaza Mayor, La Catedral e
Palacio Arzobispal

No Brasil, só se divulga o Rio de Janeiro e o Nordeste... Principalmente, para os gringos... E alguns endinheirados também se deleitam com a Amazônia...

Machu Picchu é fascinante! É uma visita obrigatória. Mas o Peru possui mais de 80 ecossistemas e 50% do território é coberto pela Amazônia. Além disso, há alguns dos mais belos cânions do mundo.

A Cordilheira Branca também parece ser um lugar fora de série! Só de ter sobrevoado os picos nevados dos Andes, fiquei encantado! E ainda há Lima, que se revelou uma cidade fabulosa...

Veja também...
Principais Atrações do Centro Histórico de Lima
Roteiros de Viagem em Lima

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Machu Picchu: O Outro Lado da Questão

Duas coisas, porém, fizeram com que Machu Picchu deixasse de ser o maior espetáculo da Terra, para mim! Ainda no Brasil, havia lido que apenas uns 30% da cidade são originais. O resto foi destruído pela Floresta Amazônica e depois reconstruído.

Terraços Agrícolas de Machu Picchu
Terraços Agrícolas de Machu Picchu

Como os incas não deixaram registros escritos e na época não havia fotos, é possível que pouco seja como realmente era. Quer dizer, a maior parte de MP tem uns 60 ou 70 anos e não 500! É claro que isso, de forma alguma, tira o fascínio do local. Só não podemos ser ingênuos de ir lá pensando que tudo é obra dos incas...


Civilizações Pré-Incaicas

Bem, o segundo motivo que fez Machu Picchu perder um pouco do brilho foi os museus de Lima. No Larco Herrera e no Museu Arqueológico, você verá que havia outras civilizações pré-incaicas. Dispersas pelo território peruano, muitas delas deixaram claros traços de sua existência...

Algumas civilizações viveram há 5.000 anos, com grau impressionante de desenvolvimento. As cerâmicas que nós observamos são fascinantes! A precisão nos detalhes das peças e o refino técnico chamam a atenção. Parecem reconstituições, tal o grau de conservação.

Uma civilização ficou conhecida! Trata-se dos Nazca. Eles são famosos pelos desenhos que fizeram no solo. Entre eles, destacam-se o macaco e o beija-flor... Os desenhos são vistos sobrevoando o local. Os esotéricos atribuem- nos aos alienígenas! hehehe...


Inca, A Última Civilização Pré-Hispânica

É claro, estas civilizações não diminuem a importância dos incas. Os incas foram a última civilização. Incorporaram tecnologias de outros povos e construíram um império. Fizeram isso de forma magnífica! Sucumbiram, porém, aos espanhóis. 

Este comportamento inca de incorporar outras culturas lembra alguns povos da antiguidade. É preciso ser, até certo ponto, humilde, para reconhecer no que os outros são melhores. Como disse Isaac Newton, certa vez: "Se  eu enxerguei mais longe é porque me apoiei sobre os ombros de gigantes".

Quando disse que a civilização inca foi exterminada pelos espanhóis não me refiro somente a batalhas. A maior parte dos incas foi morta em um conflito interno: a disputa entre Huáscar e Atahualpa. Outro fator importante foram as novas doenças trazidas pelos europeus...

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Por que Conhecer Machu Picchu? Engenharia e Agricultura Incas

A companhia de um geólogo foi excelente! O Rualdo já viajou cerca de dez vezes para Machu Picchu e desenvolveu uma teoria intrigante! Segundo ele, todas as obras incas, tanto em Machu Picchu como em Cusco, respeitam as falhas geológicas. Ou seja, as falhas nas rochas...

O Templo do Sol, Os Terraços Agrícolas e O Rio Urubamba, em Machu Picchu
O Templo do Sol, Os Terraços Agrícolas e
O Rio Urubamba, em Machu Picchu

Conhecer a antiga cidade, sozinho ou com um guia de turismo, seria muito diferente! Por mais conhecimentos históricos que tenha, o guia só passará informações baseadas em hipóteses e teorias. Com um cientista integrado ao grupo, a abordagem, certamente, é outra...

Os incas foram a única civilização que criou um império na altitude. E eles conseguiram isso por respeitar a natureza e usá-la a seu favor. Apesar dos ritos e celebrações em homenagem ao sol e à lua, os incas eram um povo extremamente racional...

Eles dominavam a engenharia – hidráulica e de estradas - como nenhum outro povo da América. Só durante o governo do maior inca, Pachacutec, construíram mais de 4.000 km de estradas. Isso em montanhas e litoral, ligando o Equador ao sul da Argentina. E há mais de 600 anos...

Engenharia Inca: Cabana do Guardião e  Terraços Agrícolas, em Machu Picchu
Engenharia Inca: Cabana do Guardião e
Terraços Agrícolas, em 
Machu Picchu

A construção dessas estradas foi fundamental para a expansão do Império Inca. Elas permitiram a comunicação de todas as comunidades. Outros dois fatores foram a unificação religiosa e a imposição do quéchua como a língua oficial. Os incas cultuavam o sol, a água a terra.

Com excelência, os incas dominavam também a agricultura. São famosos os seus terraços agrícolas, situados nas encostas dos morros. Eles cultivavam, principalmente, batata e milho. Conheciam mais de 500 espécies de batata e havia até laboratórios agrícolas, como em Moray... 

Considerando a questão só pelo ponto de vista racional, da engenharia e da arquitetura, Machu Picchu é fascinante! É imperdível! É o tipo de lugar que todo mundo deveria ir, ao menos, uma vez na vida... Apesar de, por alguns pontos, parecer uma cidade cenográfica! hehehe...

Veja também...
Por que Conhecer Machu Picchu? Esoterismo X Razão

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Por que Conhecer Machu Picchu? Esoterismo x Razão

Em junho de 2012, parti com meus pais rumo ao Peru. Ao todo, éramos 11 pessoas, incluindo o Rualdo, um renomado geólogo que acompanhou nosso grupo. Os pontos altos da expedição seriam a visita ao sítio arqueológico de Machu Picchu e as festividades do Inti Raymi.

Câmara dos Ornamentos: Um Exemplo da  Engenharia Inca, em Machu Picchu
Câmara dos Ornamentos: Um Exemplo da
Engenharia Inca, em Machu Picchu

Fui a Machu Picchu ciente de que só 20 a 30% da cidade eram originais. As ruínas da misteriosa cidade inca foram, em sua maior parte, destruídas pela floresta amazônica. Esta invadiu Machu Picchu, quase que a destruindo, ao longo dos 400 anos em que a cidade ficou desabitada.

Assim, muito pouco do que os incas haviam erguido restava quando Hiram Bingham foi levado ao local, em 1911. Mesmo assim, o explorador jamais escondeu sua admiração em relação à Machu Picchu! A visão desta antiga cidade inca deixou Bingham pasmo...

Há cem anos, Bingham apresentou Machu Picchu ao mundo! E ainda hoje, ela continua envolta em mistério! Isso é um prato cheio para aventureiros, místicos e esotéricos em geral...

Templo do Sol de Machu Picchu: Esoterismo x Razão
Templo do Sol: Esoterismo x Razão

Minha motivação em conhecer Machu Picchu, porém, era mais racional. O meu objetivo era conferir de perto a obra de engenharia da única grande civilização que viveu na altitude. E nisto os incas foram mestres...

Politeístas, como muitos povos da antiguidade, os incas idolatravam o sol e a lua. A serpente, o condor e o puma eram considerados animais sagrados. Os incas respeitavam a natureza e usavam-na a seu favor.

Por esse princípio, construíram terraços nas encostas de morros. E ali cultivavam, principalmente, a batata e o milho. Esses terraços podem ser vistos em muitos dos sítios arqueológicos do Vale Sagrado.

Construções Incas de Machu Picchu
Construções de Machu Picchu

Os terraços agrícolas asseguravam a maior fertilidade da terra. Os recursos hídricos eram manejados, assim, de forma mais racional. Dessa maneira, a produtividade aumentava e a erosão dos solos reduzia.

Excelentes engenheiros, os incas construíram sistemas de canais, por onde fluía a água. Além de construírem mais de 30 mil quilômetros de estradas, comunicando todos os setores de seu vasto império.

Em nenhum momento, atrai-me pelos cultos ao sol, à lua, à terra. Ou pelo sacrifício de lhamas. E muito menos pela suposta aura de magia, misticismo e esoterismo, que alguns a Machu Picchu...

Veja também...
Por que Conhecer Machu Picchu? Engenharia e Agricultura Incas

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Machu Picchu: Dicas e Informações

# O clima é úmido. E a temperatura média é de 18 graus;
# A cidade fica 150 km a nordeste de Cusco, a 2.350 m de altura;
# Macchu Picchu fica ao norte da Cordilheira de Vilcabamba, no cânion que se forma sobre o rio Urubamba;

Terraços Agrícolas de Machu Picchu
Terraços Agrícolas de Machu Picchu

# A cidadela fica entre duas montanhas: Machu Picchu, ao sul, e Huayna Picchu, ao norte;
# Para os incas, o rio Urubamba era um “espelho da Via Láctea”. E por isso, ergueram cidades junto às suas margens. Este é o caso do Vale Sagrado e de Machu Picchu.

Histórico da Descoberta por Bingham
# Hiram Bingham chegou a Machu Picchu, no dia 24 de julho de 1911;
# Sua expedição foi patrocinada pela Universidade de Yale, nos EUA, onde Bingham era professor;
# Sua formação acadêmica, o rigor de seus estudos e o apoio institucional de Yale foram cruciais para difundir o valor de Machu Picchu;
# Hiram Bingham, por todas essas razões, é considerado quem apresentou Machu Picchu ao mundo;
# Melchor Arteaga, camponês local, guiou Bingham e o sargento Carrasco, policial de Cusco, durante boa parte do percurso;

Huayna Picchu: Montanha ao Norte de Machu Picchu
Huayna Picchu: Montanha ao Norte de Machu Picchu

# No último trecho, Bingham e Carrasco foram guiados por um menino, já que Arteaga ficou no caminho, conversando com outros camponeses;
# Estes camponeses indígenas eram Toribio Recharte e Anacleto Álvarez. Eles viviam em Machu Picchu e cultivavam alguns dos terraços agrícolas. O menino que guiou Bingham, possivelmente, era filho de um deles.

Relatos sobre Machu Picchu Antes de Bingham
# Em 1867, o alemão Augusto Berns revelou a região e instalou, em Aguas Calientes, uma serraria;
# Em 1874, o engenheiro alemão Hermann Goering fez o primeiro mapa de Machu Picchu, a pedido do governo peruano;
# O naturalista italiano Antonio Raimondi registrou o nome e a localização do sítio arqueológico em cartas publicadas em 1888 e 1900;
# O cusquenho Agustín Lizárraga chegou ao sítio e gravou seu nome com a data “14 de julho de 1902” em uma rocha.

Templo do Sol e Construções de Machu Picchu
Templo do Sol e Construções de Machu Picchu

Informações Gerais sobre Machu Picchu
# Machu Picchu possui 700 metros de extensão, no sentido norte-sul, e 500 metros de largura.
# É dividida em dois grandes setores: agrícola e urbano. Os dois setores são separados por uma grande escadaria, o fosso seco;
# Reúne 216 construções, entre casas, templos, palácios e oficinas;
# As construções incas possuem traços arquitetônicos característicos: base retangular; vãos, janelas e nichos trapezoidais e os muros levemente inclinados em direção ao interior da edificação;
# Machu Picchu é interligada por passagens, caminhos e escadas;
# Hiram Bingam refere ter levado 521 peças de cerâmica e 220 objetos de metal, de Machu Picchu. A Universidade de Yale registra 4.904 itens;
# Estranha é a alegação de não terem sido encontrados objetos de ouro ou prata em Machu Picchu. Afinal, tudo indica que a cidadela era reservada aos sacerdotes e à nobreza incaica.

Dicas sobre Machu Picchu
# O ideal é chegar a Machu Picchu ao amanhecer. O céu costuma ser mais claro pela manhã do que à tarde;
# Outra vantagem de chegar mais cedo é explorar o local antes da chegada dos grupos de turistas.

domingo, 14 de outubro de 2012

Redescoberta e Reconstrução de Machu Picchu

Machu Picchu teria sido a combinação de um centro religioso com um observatório astronômico. Ali, sábios e cientistas estudavam sinais dos céus para determinar a época de semeaduras e colheitas. O fato é que a inacessibilidade do local o protegeu durante séculos...
Machu Picchu: Redescoberta por Bingham
Machu Picchu: Redescoberta por Bingham

Machu Picchu começou a ser construída por volta de 1300. Foi habitada até 1572. Acreditava-se que fosse a morada das acllas ou virgens do sol. Dos 135 corpos encontrados, 109 eram supostamente de mulheres. Na verdade, essa teoria desconsiderou a menor estatura dos indígenas...

Quando os incas abandonaram Machu Picchu, a cidade foi tomada pela floresta. Assim, este complexo arqueológico permaneceu escondido dos olhos de forasteiros. E durante alguns séculos, só alguns agricultores da região sabiam da sua existência...

Redescoberta de Machu Picchu por Bingham

Até que, em 1911, o explorador Hiram Bingham revelou Machu Picchu ao mundo! Na verdade, Bingham procurava Vilcabamba, a última capital inca. E último local de resistência diante dos espanhóis.

Chegou a Machu Picchu, conduzido por Melchor Arteaga, agricultor local. A “cidade perdida” havia sido engolida pela Amazônia. Após vários anos de limpeza e reconstrução, Machu Picchu assumiu o seu aspecto atual.

Estima-se que somente 30% de Machu Picchu sejam originais!

Hiram Bingham nasceu em Honolulu, Havaí, em 1875. Além de alpinista e professor universitário, foi senador e governador, nos EUA. Morreu em 1956 e, até hoje, não se tem certeza sobre o seu caráter...

Para alguns, prestou uma grande contribuição à humanidade revelando a localização da “cidade perdida”. Para outros, foi um caçador de tesouros que deixou Machu Picchu carregado de ouro e obras de arte... 

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design