segunda-feira, 30 de abril de 2012

Casa Mínima, Buenos Aires

Construção peculiar, localizada na Pasaje San Lorenzo, no bairro de San Telmo, em Buenos Aires. Esta casinha avarandada de dois pisos fica espremida entre dois edifícios construídos posteriormente, em estilo italianate. A Casa Mínima possui apenas dois metros de largura. Para você apreciá-la melhor, é preciso atravessar a rua. Fotografá-la exige uma boa lente grande-angular.
A Peculiar Casa Mínima, em San Telmo
A Peculiar Casa Mínima, em San Telmo

Localização: Pasaje San Lorenzo, 380.


Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Feira de Antiguidades, Casa Mínima e Monumento Canto Al Trabajo, em San Telmo, Buenos Aires

Vuelta de Rocha, Buenos Aires

Curva sinuosa do rio, o poluído Riachuelo. O local era um "cemitério de navios". Resta somente a Puente Transbordador Nicolás Avellaneda, que atravessa o rio até a província de Buenos Aires. A região da Vuelta de Rocha é a parte mais visitada do bairro La Boca.
Vuelta de Rocha e Cais do Porto, em La Boca
Vuelta de Rocha e Cais do Porto, em La Boca

Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

Ponte Transbordador Nicolás Avellaneda, Buenos Aires

Atravessa o Riachuelo até a província de Buenos Aires. A antiga ponte de ferro, construída no início do século XX, hoje está desativada. Mas continua sendo um dos símbolos do bairro La Boca.
Ponte Transbordador Nicolás Avellaneda, em La Boca, Buenos Aires
Ponte Transbordador, em La Boca


Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

La Bombonera, Buenos Aires

O Estádio Alberto J. Armando, conhecido como La Bombonera ("A Caixa de Bombons"), é a casa do Boca Juniors. O time projetou mundialmente o craque Diego Armando Maradona e também o bairro La Boca. E no porão de La Bombonera, fica o Museo de La Pasión Boquense, muito mais que uma simples apologia ao Boca Juniors.
La Bombonera: Estádio do Boca Juniors de Maradona
La Bombonera: Estádio do Boca Juniors de Maradona

O museu procura expor o papel do esporte dentro e fora da comunidade. E não se esquiva de colocar a Copa do Mundo de 1978, realizada na Argentina, no contexto da feroz ditadura militar que dominava o país na ocasião. No museu, você poderá encontrar ainda a camisa usada por Pelé na final da Copa Libertadores de 1963. 

Localização: Brandsen, 805, La Boca, Buenos Aires.


Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

La Boca, Buenos Aires

O bairro, localizado na região sudeste de Buenos Aires, é famoso por suas casas de madeira e ferro pintadas com cores fortes e por seu time de futebol, o Boca Juniors. Apesar de ser um dos bairros mais procurados pelos turistas, La Boca é famosa por sua baixa segurança.
As Casas Coloridas em La Boca, Buenos Aires
As Casas Coloridas em La Boca, Buenos Aires

Os ônibus despejam turistas ansiosos por fotografar os cortiços pintados de cores berrantes, no Caminito, cartão-postal do bairro. O Boca Juniors, muito em função do craque Diego Maradona, é o time argentino mais conhecido no exterior. E La Bombonera, seu estádio, um dos grandes pontos turísticos do bairro.

Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

domingo, 29 de abril de 2012

Caminito, Buenos Aires

Bem atrás do estádio de futebol La Bombonera passa um antigo desvio ferroviário, transformado em rua de pedestres e museu ao ar livro: o Caminito. Trata-se de uma rua curta, que corre em diagonal entre a margem do rio e a Calle Olavarría, a três quadras do estádio. 
Caminito, em La Boca, Buenos Aires
Caminito, em La Boca, Buenos Aires

O Caminito foi idealizado pelo mais famoso artista local: Benito Quinquela Martín. Ele pintou expressivas cenas da vida cotidiana de La Boca. Foi ele quem estimulou os moradores a perpetuar a tradição dos imigrantes a pintar suas casas com cores vivas. E foi Quinquela Martín quem deu nome à rua, título de um tango de 1926. 

Hoje o Caminito tem um ar quase artificial! Suas casas parecem coloridas demais, fotogênicas demais... Mas suas paredes nas cores do arco-íris e seus balcões de ferro ainda oferecem uma visão extraordinária. Esta passagem de 100 metros de comprimento reúne artistas e artesãos no fim de semana.

Caminito, em La Boca, Buenos Aires: Idealizado por Quinquela Martín
O Caminito, Idealizado por Quinquela Martín

Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

Benito Quinquela Martín

O pintor local Benito Quinquela Martín ajudou a transformar La Boca em um reduto de artistas, ao retratar pescadores, estaleiros, estivadores e armazéns de grãos em quadros evocativos e sensíveis. 

Órfão desde menino, Benito Quinquela Martín adotou o bairro e foi o responsável por transformar o antigo cortiço que era o Caminito na atração turística que é hoje.

Benito Quinquela Martín
Benito Quinquela Martín

No antigo ateliê do pintor, atualmente funciona o Museo de Bellas Artes de La Boca Benito Quinquela Martín. Este abriga obras de Quinquela Martín e de outros pintores, como Antonio Berni.

Escultura no Museu Benito Quinquela Martín, La Boca
Escultura no Museu Benito Quinquela Martín, La Boca

A representação humanística que Bernie faz das classes mais populares lembra o realismo social de Quinquela Martín. O primeiro andar do edifício mescla obras e móveis de Quinquela Martín.

Museu Benito Quinquela Martín
Museu Benito Quinquela Martín

Localização: Avenida Pedro de Mendoza, 1835, Buenos Aires.

Veja também...
City Tour em Buenos Aires: Avenida 9 de Julio e Obelisco, San Telmo, La Boca e Reserva Ecológica
Benito Quinquela Martín, La Bombonera e Caminito, em La Boca, Buenos Aires

Calle Florida, Buenos Aires

Rua comercial movimentada. Corta a parte baixa da Avenida Corrientes. É uma rua exclusiva para pedestres. A Florida e as ruas paralelas que partem da Plaza de Mayo em direção norte à Corrientes formam o centro financeiro de Buenos Aires, conhecido como La City. Mas a Calle Florida deixou há tempos de ser a área de compras da elite. Uma exceção talvez sejam as Galerías Pacífico.
Calle Florida, em 1910, Buenos Aires
Calle Florida, em 1910, Buenos Aires.

Imagem adaptada do Wikipedia.

sábado, 28 de abril de 2012

A Casa Rosada e A Troca da Guarda, em Buenos Aires

Se as visitas à Boca e San Telmo foram mais para “cumprir tabela”, circular pela Casa Rosada e acompanhar a troca da guarda foram os dois pontos altos do dia! São duas atividades que não entrariam, por exemplo, nos pacotes turísticos das agências de viagem. Mas que aproximam muito mais os turistas do dia-a-dia dos argentinos. São duas atividades gratuitas e imperdíveis...

Continuação de...
A Bela Decoração no Interior da Casa Rosada, em Buenos Aires
A Bela Decoração no Interior da Casa Rosada


Visita Guiada na Casa Rosada

É claro: para conhecer a Casa Rosada não basta chegar lá e pedir autorização ao guarda para circular lá dentro. Há horários para visitar o local, mediante o acompanhamento de guia. 

Casa Rosada, em Buenos Aires: A Sede do Governo da Argentina
Casa Rosada: A Sede do Governo da Argentina

Não é necessário agendamento e as visitas são bastante frequentes. Há dois a três horários disponíveis por turno. Assim, esperamos cerca de meia-hora e entramos...

Espelhos, Cristais e Luminárias na Casa Rosada, em Buenos Aires
Espelhos, Cristais e Luminárias na Casa Rosada 


Mármore, Espelhos e Cristais no Interior da Casa Rosada

Como o nome sugere, a construção é toda pintada de rosa! Uma bela escadaria de mármore leva ao segundo andar. Mas se a fachada do palácio é toda rosa, os ambientes internos recebem um tom creme, com detalhes em dourado. 

Escadaria de Mármore dentro da Casa Rosada, em Buenos Aires
Escadaria de Mármore dentro da Casa Rosada

Belas colunas, espelhos, cristais, luminárias e esculturas dão um ar de luxo e glamour à decoração. São heranças da belle époque argentina, no início do século XX, quando Buenos Aires queria ser Paris...

Decoração Glamorosa da Casa Rosada, em Buenos Aires: Herança da Belle Époque
Decoração Glamorosa: Herança da Belle Époque


Fotos de Mulheres Importantes

As lajes do piso formam mosaicos. E os largos corredores oferecem vista para um pátio interno. Em uma das primeiras salas da Casa Rosada, você fotos com mulheres importantes para a história da Argentina. Dentre elas, destacam-se Evita Perón e Las Madres de Plaza de Mayo.

Evita Perón em Um de Seus Discursos
Evita Perón em Um de Seus Discursos


Vista para a Plaza de Mayo

De uma sacada, voltada para a Plaza de Mayo, o presidente fazia seus tradicionais discursos à população. Bem em frente, do outro lado da praça, fica o Cabildo

Cabildo Visto da Casa Rosada, em Buenos Aires
Cabildo Visto da Casa Rosada

Entre a Casa Rosada e o Cabildo, bem no centro da Plaza de Mayo, há um obelisco. Da sacada você poderá ver também a catedral e o Banco de La Nacion Argentina, à sua direita.

Vista Frontal da Casa Rosada, Buenos Aires
Vista Frontal da Casa Rosada, Buenos Aires


O Ritual de Troca da Guarda

A troca da guarda é um espetáculo à parte! Ocorre duas vezes ao dia: de manhã e à tarde. Acompanhamos este ritual na parte da tarde, por volta das 18h. 

Guardas Indo da Casa Rosada para A Catedral, em Buenos Aires
Guardas Indo da Casa Rosada para A Catedral

Os guardas saem da Cosa Rosada, em direção ao túmulo do general Jose de San Martin, o guerreiro da independência da Argentina.

Túmulo do General Jose de San Martin na Catedral de Buenos Aires
Túmulo do General Jose de San Martin

San Martin também foi o libertador do Peru e do Chile. E seu jazigo fica sob a vigilância de guardas no período em que a catedral encontra-se aberta à visitação.

Guardas Vigiando o Jazigo de San Martin na Catedral de Buenos Aires
Guardas Vigiando o Jazigo de San Martin na Catedral

Assim como três guardas partem da Casa Rosada até o túmulo de San Martin, outros três fazem o caminho contrário, partindo da catedral em direção à sede do governo argentino...

Guardas Partindo da Catedral para A Casa Rosada, em Buenos Aires
Guardas Partindo da Catedral para A Casa Rosada

sexta-feira, 27 de abril de 2012

San Telmo: Feira de Antiguidades, Casa Mínima e Monumento Canto Al Trabajo

Após conhecermos os museus de La Boca e circularmos rapidamente pelo bairro, seguimos em direção a San Telmo. Ali ocorre uma tradicional feira de rua, aos domingos. Mas no bairro de San Telmo, você poderá conhecer a Casa Mínima, a Faculdade de Engenharia e o monumento Canto Al Trabajo.
Continuação de...

Monumento Canto Al Trabajo, na Plazoleta Eva Perón, San Telmo, Buenos Aires
Monumento Canto Al Trabajo, na Plazoleta Eva Perón


Feira de Antiguidades em San Telmo

Em San Telmo ocorre uma famosa feira de antiguidades aos domingos. É claro: nosso propósito era só passar ali para um reconhecimento! Afinal, os itens mais interessantes são extremamente caros e impossíveis de carregar. De qualquer forma, há uma enorme variedade de cristais, móveis e relógios antigos, além é claro, de artigos para decoração de interiores...

A Casa Mínima, em San Telmo, Buenos Aires
A Casa Mínima, em San Telmo


Almoço no Restaurante Catalinas

Como começou a chover enquanto circulávamos por ali, tivemos de acelerar o passo e procurar um lugar para nos abrigarmos... Foi a hora certa para almoçarmos. A chuva acabou reunindo o útil ao agradável... Comemos no restaurante Catalinas que havia pego como referência no site dos mochileiros. Comida simples e gostosa. O Catalinas fica na Av Independencia, 375.

O Prédio da Faculdade de Engenharia, em San Telmo, Buenos Aires
O Prédio da Faculdade de Engenharia, em San Telmo


Casa Mínima, Faculdade de Engenharia e Canto Ao Trabajo

A chuva foi rápida, tipo chuva de verão... Quando havíamos acabado de almoçar, não restavam vestígios de que caíra água por ali. Aproveitamos para concluir nossa caminhada, passando pela Casa Mínima e seguindo em direção ao belo prédio da Faculdade de Engenharia. Em frente a ele, na Plazoleta Eva Perón, você verá o belo monumento em bronze Canto Al Tabajo.

Close do Monumento Canto Al Trabajo, em San Telmo, Buenos Aires
Close do Monumento Canto Al Trabajo, em San Telmo

Depois, seguimos para o centro de Buenos Aires. Tínhamos dois objetos: visitar a Casa Rosada, sede do governo argentino, e acompanhar a troca da guarda. Esta, um ritual bem ao estilo inglês...

O relato segue com...
A Casa Rosada e A Troca da Guarda, em Buenos Aires

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Trilhas Sonoras de Giorgio Moroder entre 1986 e 1990: "Top Gun", "Falcão" e "Rambo III"

Nesta postagem, eu encerro minha homenagem ao compositor e produtor musical Giorgio Moroder. Relaciono algumas das trilhas sonoras que tiveram a participação de Moroder como compositor e/ou produtor. Nesta fase, ele ganhou o seu terceiro Oscar, com o filme Top Gun.
Top Gun: O Terceiro Oscar Ganho por Giorgio Moroder
Top Gun: O Terceiro Oscar Ganho por Giorgio Moroder

Continuação de...
Giorgio Moroder: Trilhas Sonoras de 1980 a 1984


Quicksilver - O Prazer de Ganhar (1986)
Este filme, estrelado por Kevin Bacon, contou com a música de Giorgio Moroder "Quicksilver Lightning", interpretada por Roger Daltrey.



Top Gun - Ases Indoáveis (1986)
Tom Cruise, Kelly McGillis e Val Kilmer fizeram parte do elenco de Top Gun. Giorgio Moroder compôs algumas músicas: "Take My Breath Away"; "Radar Radio" e "Through The Fire" (Larry Greene); "Danger Zone" (Kenny Loggins) "Take My Breath Away" ganhou o Oscar de Melhor Música Original. Abaixo, confira "Radar Radio" por Joe Pizzulo.





Um Tira da Pesada II (1987)
O filme "Um Tira da Pesada II", estrelado por Eddie Murphy, teve duas músicas produzidas por Giorgio Moroder: "All Revved Up" (Jermaine Jackson) e "Hold On" (Corey Heart).



Falcão, O Campeão dos Campeões (1987)
Este filme, estrelado por Sylvester Stallone, teve todas as suas músicas compostas e produzidas por Giorgio Moroder. Alguns destaques: "Take It Higher" (Larry Greene), "Winner Takes it All" (Sammy Hagar); "Meet Me Half Way" (Kenny Loggins); "In This Country" (Robin Zander);




Rambo III (1988)

O terceiro filme da franquia estrelada por Sylvester Stallone teve em sua trilha sonora uma música de Giorgio Moroder, "The Bridge". O maior destaque da trilha, porém é a música "He Ain't Heavy, He Is My Brother", produzida por Moroder. Kelly Gordon gravou-a, originalmente, em 1969. A música alcançou o sucesso ao ser regravada pelo The Hollies. Giorgio Moroder criou a versão que Bill Medley gravou para os créditos finais do filme Rambo III.



Comando Imbatível (1990)
Duas canções do filme "Comando Imbatível", estrelado pelo ator Charlie Sheen, foram compostas e produzidas por Giorge Moroder. "Shadows" e "Strike Like Lightning" foram gravadas pelo grupo Mr. Big.

Trilhas Sonoras de Giorgio Moroder entre 1980 e 1984: "Flashdance" e "Scarface"

O cantor, compositor e produtor musical Giorgio Moroder ficou marcado por sua participação na trilha sonora de diversos filmes. Seguem-se, abaixo, alguns deles:
Scarface: Trilha Composta por Giorgio Moroder
Scarface: Trilha Composta por Giorgio Moroder


Continuação de...
Giorgio Moroder: Décadas de 1980, 1990 e 2000


Gigolô Americano (1980)
Este filme, estrelado por Richard Gere, teve toda a sua trilha sonora composta e produzida por Giorgio Moroder. O maior destaque é Call Me, composta em parceria com Deborah Harry e gravada pelo grupo Blondie.



Gatinhas (1980)
Este filme, estrelado por Jodie Foster, teve a sua trilha sonora composta por Giorgio Moroder. Destaques para On the Radio (Donna Summer) e Bad Love (Cher).




Flashdance (1983)
Este musical, que contou com a participação de Jennifer Beals no elenco, teve a metade das músicas composta por Giorgio Moroder. "Flashdance ... What a Feeling" ganhou o Oscar de Melhor Música Original. Outra música de destaque é "Seduce me Tonight" (Cycle V).



Scarface (1983)

Este filme de Brian De Palma e roteirizado por Oliver Stone, contou com Al Pacino e Michelle Pfeiffer, no elenco. Scarface, indicado a três Globos de Ouro, teve sua trilha sonora composta por Giorgio Moroder. Alguns destaques são as músicas "She's on Fire" (Amy Holland); "Shake It Up" (Elizabeth Daily);  "Turn out The Light" (Amy Holland); "Dance, Dance, Dance" (Beth Andersen); "Push It to The Limit" (Paul Engemann).





D.C. Cab (1984)
Este filme de Joel Schumacher, estrelado por Adam Baldwin e Mr. T, teve sua trilha sonora composta por Giorgio Moroder. Destaque para "The Dream" (Irene Cara) e "Party Me Tonight" (Stephanie Mills)




Ladrões de Corações (1984)
Este filme contou com a música "Thief of Hearts", composta por Giorgio Moroder, com letra de Melissa Manchester e Keith Forsey. "Thief of Hearts" é interpretada pela própria Melissa Manchester. No Rio Grande do Sul essa música ficou famosa como tema do Garota Verão, um concurso de beleza.



Segue com...

Produção Musical de Giorgio Moroder de 1980 a 2000: Trilhas Sonoras de Filmes e Olimpíadas

Nesta postagem, registro parte da produção musical de Giorgio Moroder a partir de 1980. Neste período, o músico, compositor e produtor musical passou a contribuir mais frequentemente na composição e produção de trilhas sonoras. Pode-se dizer que a década de 1980 foi o "período de ouro" de Moroder...
Flashdance: O Segundo Oscar Ganho por Giorgio Moroder
Flashdance: O Segundo Oscar Ganho por Giorgio Moroder

Continuação de...
Giorgio Moroder, O Mago dos Sintetizadores, Completa 72 Anos de Vida



Década de 80


Na década de 1980, Giorgio Moroder compôs diversas trilhas sonoras. Os maiores destaques no período são "Flashdance - Em Ritmo de Embaloe "Top Gun - Ases Indomáveis" filmes pelos quais Moroder ganhou o Oscar de Melhor Música. Pode-se destacar também a sua participação nas trilhas de "A História sem Fim", "Scarface" e "Um Tira da Pesada II".


Flashdance... What a Feeling


"Flashdance... What a Feeling" é a música-tema do filme "Flashdance". Giorgio Moroder compôs a melodia, que faz amplo uso de sintetizadores. Já Keith Forsey e Irene Cara fizeram a letra. Apesar do título da música, "Flashdance" não aparece em nenhum momento na letra. É só uma referência ao nome do filme.


Giorgio Moroder gravou "Flashdance... What a Feeling", originalmente, com Joe Esposito. A Paramount Pictures solicitou a ele que regravasse a música com uma cantora, pois a protagonista do filme é uma dançarina. E eles achavam importante que a música-tema remetesse à protagonista.

Irene Cara colocou sua voz na música e acabou ganhando o Grammy de Melhor Performance Vocal Feminina. O filme também recebeu o Grammy de Melhor Trilha Sonora Original. A música "Flashdance... What a Feeling" atingiu o primeiro lugar na Billboard, ganhando o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Música Original.

A música "Flashdance... What a Feeling" foi lançada no dia 03 de abril de 1983. Em virtude do grande sucesso no Japão, Miki Azakura lançou uma versão em japonês, em agosto do mesmo ano. Em 1985, Céline Dion, então com 17 anos, gravou a música. Ela faz parte de seu primeiro álbum ao vivo, "Céline Dion en Concert".

Fonte: Wikipedia





Take My Breath Away

"Take My Breath Away" é o nome da canção romântica do filme Top Gun (1986). Foi composta por Giorgio Moroder e Tom Whitlock. Chegou ao primeiro lugar na Billboard e ganhou o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Música Original. Segundo Terri Nunn, a vocalista do grupo Berlin, que gravou a música, "naquela época, eu não tinha nenhum amor na minha vida". Essa melancolia e tristeza acabam transparecendo em sua interpretação.

Como cantor, Giorgio Moroder lançou quatro discos: E = MC2 (1980); Solitary Man (1983); Innovision (1985) e Philip Oakey & Giorgio Moroder (1985). Philip Oakey fazia parte do grupo Human League. E a música Togheter in Eletric Dreams, tema do filme Eletric Dreams fez enorme sucesso.



Na década de 80, Giorgio Moroder compôs os temas de duas Olimpíadas. A música "Reach Out" foi tema dos Jogos Olimpícos de Los Angeles, em 1984. Em 1988, Moroder compôs "Hand in Hand", tema das Olimpíadas de Seul.




Décadas de 90 e 2000

Giorgio Moroder compôs "To Be Number One" (Un Estate Italiana), tema da Copa do Mundo da Itália (1990) e Forever Friends, tema dos Jogos Olímpicos de Beijing (2008).


Giorgio Moroder também gravou o álbum "Forever Dancing" (1992).


Segue com...
Giorgio Moroder: Trilhas Sonoras

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design