quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O Paço Imperial e A Antiga Catedral da Cidade do Rio de Janeiro

Do Palácio Tiradentes, segui para o Paço Imperial, que fica ao seu lado. O Paço Imperial é talvez a mais importante construção histórica do centro do Rio de Janeiro. Depois passei em frente à Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. A igreja que já serviu de Catedral Metropolitana destaca-se por sua imponente construção e por sua torre gigantesca...

Torre da Antiga Catedral do Rio de Janeiro
Torre da Antiga Catedral

Continuação de...

Muito mais modesta que a construção do Palácio, o Paço Imperial é um dos prédios de maior importância histórica do Centro do Rio. O local, construído em 1743, foi usado primeiramente como Casa dos Vice-Reis do Brasil. Com a chegada da Corte de Dom João VI ao Rio de Janeiro, o Paço tornou-se sede dos governos do Reinado e do Império. Após a Proclamação da República, nele foram instalados os Correios e Telégrafos.

Paço Imperial, Rio de Janeiro
Paço Imperial, Rio de Janeiro


Antiga Catedral

Olhando para o outro lado da rua, você verá a Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. A igreja tem sua história ligada aos primeiros anos da cidade do Rio de Janeiro. É testemunho de um Brasil da época da realeza ao Brasil Republicano. Foi Capela dos Carmelitas, Capela Real, Capela Imperial e Catedral da Diocese do Rio de Janeiro até 1976.


A Fachada e A Torre Gigante

Sua fachada chama bastante a atenção. Toda marrom claro – ou será bege? - ela poderia ser divida em três segmentos. No inferior, há a porta principal e duas portas laterais. No intermediário, quatro colunas clássicas. Entre elas, janelões. No último segmento, uma escultura de Cristo, envolto em uma túnica na cintura e com a mão esquerda sobre o peito.

Fachada da Antiga Catedral do Rio de Janeiro
A Antiga Catedral do RJ

Mas o que mais chamará a sua atenção na construção, provavelmente, será a torre gigante à sua esquerda. Dividida em segmentos, a torre vai afunilando. E em certo ponto, mais próximo ao topo, há um belo relógio.


Igreja dos Militares

Um pouco além, à direita, fica a Igreja Santa Cruz dos Militares. Junto à fachada branca entremeada por colunas de pedra, você verá quatro belas esculturas. Duas ao lado da porta de entrada. As outras duas ao lado da sacada, pouco acima. Esta igreja não possui torres ou sinos...

Igreja Santa Cruz dos Militares, no Rio de Janeiro
Igreja dos Militares


Sem Vagas para A Ilha Fiscal

Após a caminhada, passando pelo Paço Imperial e as igrejas, finalmente, cheguei à Marinha. E um funcionário disse que não havia mais vagas para o passeio de barca para a Ilha Fiscal.

Assim, tive de adaptar meus planos e seguir a caminhada pelo centro do Rio de Janeiro. Por ser domingo, o local estava quase vazio. Isto favoreceu bastante à fotografia de prédios. Ao menos de fachadas...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Palacio Tiradentes e Igreja São José - Rio de Janeiro

Concluída a visita ao Teatro Municipal, segui direto para a área da Marinha. A ideia era fazer o passeio de barca pela Baía de Guanabara e pela Ilha Fiscal. No caminho até a Marinha, passei em outros pontos de interesse histórico-cultural, como o Palácio Tiradentes e o Paço Imperial.

O Palácio Tiradentes é uma das construções mais belas e instigantes do centro histórico do Rio de Janeiro. Além da enorme estátua de Tiradentes em frente ao Palácio, há inúmeras esculturas que ornamentam a fachada...

Palácio Tiradentes, Rio de Janeiro
Palácio Tiradentes, Rio de Janeiro

Continuação de 


Domingo no Centro do Rio

Circular pelo Centro Histórico do Rio de Janeiro no domigo tem uma vantagem e uma desvantagem. A vantagem é a ausência de pessoas circulando por ali. Apesar de ser, até certo ponto arriscado, constitui-se um ótimo cenário para fotografar a fachada e a arquitetura dos prédios. Digo fachada e arquitetura, pois a maior parte destes prédios estão fechados. E justamente é esta a desvantagem...

A Fachada do Palácio Tiradentes, Rio de Janeiro
A Fachada do Palácio Tiradentes


Igreja São José

A caminho da Marinha, passei pela Igreja São José. A igreja possui fachada branca, com duas torres, ambas com sinos. Você verá uma janela gradeada de cada lado da porta. E cinco janelas, em linha, sobre a porta principal. Da Igreja São José, segui para o Palácio Tiradentes, que fica ao seu lado.

Igreja São José, Rio de Janeiro
Igreja São José


A Estátua de Tiradentes

O Palácio Tiradentes é uma das mais belas construções do Centro Histórico do Rio de Janeiro. Em frente ao prédio você verá uma enorme estátua de Tiradentes. De barbas e cabelos longos, veste um manto e repousa as mãos sobre o peito. Diante desta figura, fica óbvio o nome da prédio histórico localizado às suas costas...

A Estátua de Tiradentes, em frente ao Palácio Tiradentes, Rio de Janeiro
A Estátua de Tiradentes


O Palácio Tiradentes

O Palácio Tiradentes pode ser acessado por uma escadaria central ou por duas rampas laterais. Se bem que as rampas levam a um ponto intermediário do qual é necessário seguir por outra escada. A frente do prédio é composta por seis colunas clássicas.

De cada lado da escadaria, uma escultura sentada. O interessante é que elas não direcionam o olhar para quem sobe as escadas... Sobre o prédio, você verá diversos soldados. Nas laterais, creio serem dois generais, sobre seus cavalos e com a espada para cima. Pena que o prédio estava fechado...

Colunas Clássicas e Generais sobre Cavalos, na fachada do Palácio Tiradentes, Rio de Janeiro
Colunas Clássicas e Generais sobre Cavalos


O relato segue com...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Hall e Escadarias do Teatro Municipal do Rio de Janeiro

Após conhecermos os camarins, o palco e circular pela plateia, seguimos a visita guiada contemplando mais os detalhes da decoração do Teatro Municipal. O hall de entrada, com sua decoração luxuosa, é um dos locais mais belos do Municipal. Já as escadarias são ricas em esculturas, em mármore, madeira e bronze. Esculturas também não faltam na sala assíria, no subsolo do Teatro.

Continuação de...
Palco e Plateia do Teatro Municipal do Rio de Janeiro 


Hall e Escadarias do Teatro Municipal

Escadaria do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Escadaria do Teatro Municipal

Após a rápida passada pela plateia, seguimos a visita pelo hall e escadarias que levam ao segundo andar. O hall de entrada do Teatro Municipal é rico em mármore e espelhos. As escadarias que conduzem ao segundo andar possuem esculturas nas extremidades, onde inicia o corrimão. 

Escadaria Principal do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Escultura de Apolo, no topo
Escadaria Principal e Apolo

Estas esculturas retratam um rosto feminino com uma água sobre a cabeça. Os corrimãos, assim como a escadarias, são de mármore. Em meio a elas, um tapete vermelho. Em frente à escadaria principal, a que possui as esculturas nos corrimãos, há uma bela escultura de Apolo, toda em mármore.

Escultura na Escadaria do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Escultura na Escadaria


Varandas do Segundo Andar

Seguimos para o segundo andar, onde passamos pelas varandas. Nas portas que dão acesso a elas, homenagens a mestres da música, como Mozart, Wagner, Verdi e Gounod. 

Escultura de Apolo no Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Escultura de Apolo

Das varandas, pode-se ver o Museu de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, o Pão de Açúcar, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. No mesmo local, no segundo andar do Teatro, você também verá belíssimos vitrais...


Vitrais do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Vitrais do Teatro Municipal do Rio

O Museu de Belas Artes e O Subsolo do Municipal

O acervo do Museu Nacional de Belas Artes abriga cerca de 18 mil obras de arte. E inclui obras trazidas por Dom João VI, de Portugal, em 1808. Há também obras dos séculos XIX e XX. A tela “Primeira Missa no Brasil”, de Victor Meirelles, merece destaque especial.

Concluímos a visita na sala assíria, no subsolo. Ali preponderam as figuras de touros e de esfinges, ou seja, homens com corpo de animais e vice-versa.

Sala Assíria, no Subsolo do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Sala Assíria, no Subsolo
Com que Roupa?
Neste dia, a ideia era fazer a visita guiada pelo Teatro Municipal do Rio de Janeiro pela manhã e o passeio de barco até a ilha fiscal à tarde. Assim, vesti a Calça-bermuda MTK Suplex Amazon Verde, a camisa verde e o tênis Nike Air. Para proteger do sol, o inseparável boné preto e os óculos de sol. Na mochila, levei o frasco de Sundown, para reforçar o protetor solar ao sair do teatro. 

Câmara Municipal do Rio de Janeiro
Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Veja também
Que Roupa Levar?

domingo, 27 de novembro de 2011

Palco e Plateia do Teatro Municipal do Rio de Janeiro

No dia 06/02/2011, tinha por objetivo fazer a visita guiada do Teatro Municipal, de manhã, e o passeio de barca, pela Baía da Guanabara e Ilha Fiscal, à tarde. Acabou que só fiz a visita guiada. O Teatro Municipal destaca-se tanto pela arquitetura do prédio, como pela decoração interior. 

Passou por uma grande reforma, recentemente, retomando algumas características originais, como a águia dourada localizada sobre o prédio. A construção é magestosa e mistura estilos. Um dos dois projetos escolhidos era do filho do prefeito do Rio, que usou um pseudônimo.

Fachada do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Fachada do Teatro Municipal do RJ


Ingresso para Visita Guiada no Teatro Municipal

Peguei o ônibus de manhã até a estação das barcas. A ideia era comprar o ingresso para o passeio de barca e depois seguir para o Teatro Municipal. Assim, segui até a área da Marinha, para comprar o tal ingresso. Mas um guarda no local disse que a venda iniciava somente às 11 h.

Aos domingos, a visita guiada no Teatro é grátis. Assim, caminhei até o Municipal, para garantir meu ingresso. Só havia uma senhora na fila, no anexo da rua Almirante Barroso. É importante deixar claro que os ingressos não são distribuídos na bilheteria do Teatro e sim nesse prédio em anexo. 

Corredor de Camarins do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Corredor de Camarins do Municipal

Aguardei até 10:30, para retirar o ingresso e saí para comprar uma água. Fui e voltei rápido, pois a visita iniciaria às 11 h...


Breve Histórico

A visita inicia com um vídeo, contando a reforma do Municipal. Depois, o grupo é dividido para a visita guiada, propriamente dita. O Teatro Municipal, o mais tradicional do Rio de Janeiro, completou 100 anos em 2009 e passou por sua maior reforma até então. Havia passado por uma reforma estrutural, nos anos 30. E uma menor, nos 70.

Palco e Plateia do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Palco e Plateia do Teatro Municipal


Camarins e Palco do Teatro Municipal

Começamos a visita pelos camarins e seguimos para o fundo do palco. Não é permitida a entrada nos camarins, mas pela beleza e pelo cuidado dos corredores pode-se ter uma ideia do requinte dos mesmos. 

No palco, estavam sendo instaladas as luzes e algumas estruturas para servir de fundo de cena.

Sala de Bustos no Hall do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Sala de Bustos no Hall do Municipal


A Plateia do Municipal

Deixamos o palco e passamos pela sala dos bustos. Depois, entramos na plateia. Da plateia você terá a visão convencional do palco. E esta visão dá a impressão de ele ser bem menor do que é na verdade... Dali você também verá o lustre e as galerias.

Bem à frente, nas laterais direita e esquerda do palco, ficavam os camarotes do Presidente do Brasil e do Presidente (Governador do Rio de Janeiro). Não custa lembrar na época em que o Teatro foi inaugurado, a capital do Brasil era o Rio de Janeiro. E não era raro o Presidente ir ao Teatro...

Galerias do Teatro Municipal do Rio de Janeiro
Galerias do Teatro Municipal do RJ


Contabilidade do Dia 
Hostel Adventure (Ipanema) - 1 diária = R$ 50,00
Ônibus 175 - Ipanema - Centro = R$ 2,40
Bar no Centro - Água 1,5 L (3,50) e Guaraviton (2,50) = R$ 6,00
Gasto Diário = R$ 58,40

sábado, 26 de novembro de 2011

Pão de Açúcar - Rio de Janeiro

O Pão de Açúcar é um dos cartões-postais brasileiros mais famosos ao redor do mundo. Ele oferece uma vista panorâmica de 360 graus, contemplando a cidade do Rio de Janeiro, a serra e o mar.  

A subida de bondinho até o Pão de Açúcar, com 1263 metros de distância, ocorre em duas etapas, com parada no Morro da Urca, com 224 metros.

Bondinhos no Pão de Açúcar
Bondinhos no Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar, com 395 metros de altura e cerca de 600 milhões de anos, é muito procurado por montanhistas. Possui cerca de 60 vias de acesso para a escalada.

O bondinho, primeiro teleférico instalado no Brasil, foi idealizado em 1912. Na ocasião da inauguração, só haviam outros dois teleféricos no mundo.

O bondinho funciona das 8h10 às 22h, com saídas a cada 30 minutos ou ao completar a lotação de 75 passageiros. É cobrado ingresso.

Bondinho no Morro da Urca - Rio de Janeiro
Bondinho no Morro da Urca

Veja também

Cristo Redentor - Rio de Janeiro

Localizado no Parque Nacional da Tijuca, é o cartão postal mais emblemático do Rio de Janeiro. Foi eleito uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Na cidade, apenas o Pão de Açúcar compete com ele.

Foi projetado em 1922, ano do centenário da Independência do Brasil. Inaugurado em 1931, o Cristo Redentor possui 38 metros de altura e 23 de envergadura.

A estátua, de concreto revestido de pedra sabão, fica no topo do Morro do Corcovado, a 710 metros do solo. Proporciona uma bela vista panorâmica da cidade do Rio de Janeiro.

Cristo Redentor - Cartão Postal do RJ
Cristo Redentor - Cartão Postal do RJ

O Cristo Redentor é a maior estátua do mundo, em estilo art déco, e a segunda maior obra de concreto. É superada apenas pela Estátua da Liberdade, em Nova York.

Em 2000, recebeu nova iluminação e em 2003 ganhou três elevadores panorâmicos e dois pares de escadas rolantes. Antes, os 220 degraus que levam à estátua precisavam ser vencidos a pé!

O acesso ao Cristo Redentor, a partir do bairro Cosme Velho, pode ser feito de trem, van ou carro. E o local está aberto à visitação todos os dias, das 8h30 às 18h30.


Veja também

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Trilha do Corcovado - Rio de Janeiro

A primeira trilha foi aberta a mando do imperador Dom Pedro I, que acompanhou pessoalmente os trabalhos a cavalo. Com a trilha pronta, em 1824, ele mandou cercar com um parapeito o topo do morro. Ali fica hoje o Cristo Redentor...

Com a trilha inaugurada, a viagem ao Morro do Corcovado tornou-se um passeio obrigatório para a corte, os estrangeiros e o resto da população.

A antiga trilha iniciava no Cosme Velho. A atual, no Bairro do Jardim Botânico. Mais precisamente, no Parque Lage.

Trilhos ao Fim da Trilha do Corcovado - Rio de Janeiro
Trilhos ao Fim da Trilha do Corcovado

A trilha de 2808 metros que vai do Parque Lage ao Corcovado é uma subida íngreme, que exige muito preparo físico. A duração média é de 3h.

A trilha inicia em uma guarita, passa por um lago e uma sequência de quedas d' água. Há trechos íngremes e escorregadios, cercados por mata fechada.

Para se chegar ao topo do Corcovado, cruza-se, ao fim da trilha pela mata, a Estrada de Ferro do Corcovado e segue-se por um trecho de rua asfaltada.


Veja também

Morro do Corcovado - Rio de Janeiro

O Morro do Corcovado fica dentro do Parque Nacional da Tijuca, uma área de cerca de 3.200 hectares. Mesmo antes da inauguração do Cristo Redentor, em 1931, já era uma importante atração turística.

Debret foi um pintor e desenhista integrante da missão artística francesa que chegou à cidade do Rio de Janeiro em 1816. De acordo com ele, o passeio pelo Corcovado, era uma antiga mania dos cariocas.


Você sabia que o morro era conhecido pelos primeiros navegantes lusitanos como Pináculo da Tentação?
 

Morro do Corcovado visto a partir do Morro da Urca
Corcovado visto do Morro da Urca
 
O Morro do Corcovado possui quase o dobro da altura do Pão de Açúcar. E proporciona, do seu topo, uma vista panorâmica de 360o da cidade do Rio de Janeiro.

Lá do alto, você poderá ver praias, arranha-céus, montanhas, além da Baía de Guanabara e da Lagoa Rodrigo de Freitas. O ideal é curtir, lá de cima, o pôr do sol.


O Trem do Corcovado foi inaugurado em 1884 por Dom Pedro II. Já transportou papas, reis, príncipes e presidentes. O trajeto de 3,7 km, morro acima, é percorrido em 20 minutos.


O trem é elétrico e não polui o meio ambiente. Parte da bilheteria vai para o Ibama, que o aplica na conservação da mata.


Veja também

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Os 20 Anos sem Freddie Mercury. E a Música "Bohemian Rhapsody", Sucesso do Queen

Mudança nas preferências musicais...

É difícil entender como os nossos gostos mudam com o passar tempo. Mais difícil ainda é explicar! Assim, algo que não nos parecia agradável há alguns anos, hoje passa a ser bem aceito. Em contrapartida, outras coisas fazem-nos pensar "Como eu podia gostar daquilo?".

Registro isto para falar de uma música. Trata-se de "Bohemian Rhapsody", mais de uma vez eleita a melhor música de todos os tempos.

Lembro da primeira vez que ouvi esta música. Deve fazer uns 15 ou 16 anos. Foi antipatia à primeira vista! "Bohemian Rhapsody" soou muito estranha para um cara de seus 16 ou 17 anos...

O dia de hoje marca os vinte anos da morte de Freddie Mercury. Freddie era o vocalista do grupo inglês Queen. E compôs a música. Os vinte anos sem Freddie Mercury fizeram com que eu relembrasse dessa história...

Freddie Mercury, vocalista do grupo Queen
Freddie Mercury, do Queen
 
Com o tempo, porém, a música foi sendo digerida. Lembro de ter ouvido um trecho de "Bohemian Rhapsody" na comédia "Quanto Mais Idiota Melhor". E pensei: "Putz, que música doida é esta?". A ficha só caiu quando ouvi a música ao vivo.

É claro: não foi em um show do Queen! O Freddie Mercury já havia morrido há alguns anos.

Foi em um aniversário da cidade de Canela. A banda, se não me engano, era de Bento Gonçalves. Ao ouvir "Bohemian Rhapsody" ao vivo, passei a entender por que foi eleita a melhor música de todos os tempos! Pois, mesmo quem já a ouviu diversas vezes, talvez não tenha parado para pensar em alguns detalhes...




A música "Bohemian Rhapsody"

Trata-se de uma música sem refrão! Freddie Mercury, seu autor, "regeu" a banda durante a gravação. A média era de 10 a 12h por dia no estúdio. E a gravação da peça completa consumiu três semanas.

A música, de 6min, apresenta seis seções: introdução, balada, solo de guitarra, ópera, hard rock e outro. Este formato, com mudanças abruptas de tom, estilo e tempo era incomum ao rock.

Introdução (00:00 - 00:49)
A música começa com uma introdução a cappella. Neste trecho, apenas Freddie Mercury canta. Apesar de todos os quatro integrantes do Queen dublarem este trecho no vídeo.

Balada (00:49 - 02:36)
Começa com piano e baixo. Então, entra a voz de Freddie Mercury. Por fim, entra a bateria. Como curiosidade: o piano é o mesmo em que Paul McCartney tocou "Hey Jude".

Solo de guitarra (02:36 - 03:03)
Faz a ponte entre a balada e a ópera.

Ópera (03:03 - 04:07)
O trecho de ópera retrata a descida do narrador da música para o inferno. As vozes de May, Mercury e Taylor foram gravadas inúmeras vezes ao longo de três semanas. Então, foram juntadas, dando a ideia de coro.

O baterista Roger Taylor se lembra do líder Freddie Mercury tocando "Bohemian Rhapsody" para a banda no piano. "E aqui queridos, é onde começa a parte da ópera", disse ele, então.

"Freddie tinha o esqueleto da música e até a harmonia escritos em tiras de papel", contou Taylor. "Era muito difícil acompanhar o que estava acontecendo".

Heavy Metal (04:07 - 04:56)
Freddie Mercury canta com raiva acusando alguém de o ter traído. Este trecho pode ser interpretado como um flashback da balada.

Outro (04:56 - 05:55)
A música retorna ao ritmo da introdução.


Homenagem a Freddie Mercury

Talvez esta breve explicação faça com que você também ouça a música de outra forma. É uma pequena homenagem ao cantor e compositor Freddie Mercury, que morreu há, exatamente, 20 anos. 

Freddie Mercury, nasceu em Zanzibar, atual Tanzânia, em 05/09.1946. Foi líder do Queen. Morreu aos 45 anos, em 24 de novembro de 1991, vítima da AIDS.

Segue-se o clipe da música "Bohemian Rhapsody".

Bom proveito!





Leia mais sobre Freddie Mercury


Músicas de Freddie Mercury no Cinema 

Happy Feet, O Pinguim (Happy Feet, 2006) - "Somebody to Love"

Uma Garota Encantada (Ella Enchanted, 2004) - "Somebody to Love"

Todo Mundo Quase Morto (Shaun of thr Dead, 2004) - "Don't Stop Me Now"

Lado a Lado (Stepmon, 1998) - "Under Pressure"

Máquina Quase Mortífera (Loaded Weapon, 1993) - "Bohemian Rhapsody" "Love Kills"

Quanto Mais Idiota Melhor (Wayne's World, 1992) - "Bohemian Rhapsody"

Highlander, O Guerreiro Imortal (Highlander, 1986) - "Princes of the Universe"

A Vingança dos Nerds (Revenge of the Nerds, 1984) - "We Are the Champions"

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Trilha do Morro da Urca e Bondinho do Pão de Açúcar - Rio de Janeiro

Após a Trilha do Corcovado pela manhã e a rápida visita ao Cristo Redentor no início da tarde, segui para o Morro da Urca, onde faria mais uma trilha. O Morro da Urca é a base intermediária entre a Praia Vermelha e o Pão de Açúcar. Em meio trilha segui para o lado errado e acabei encontrando uma turma de cariocas. Segui conversando com eles ao longo da trilha e curtimos juntos o por do sol, no alto do Morro da Urca...

Continuação de...


Do Cristo Redentor ao Pão de Açúcar

Almocei pelas 15h e passei pela Sociedade Viva Cazuza, que estava fechada. A Sociedade Viva Cazuza fica próxima ao campo do Fluminense. Às 16h, peguei um ônibus até a Praia de Botafogo e dali outro - de graça - até a Praia Vermelha.

Pôr do Sol no Morro da Urca, Rio de Janeiro
Pôr do Sol no Morro da Urca

A Praia Vermelha é o ponto de partida dos bondinhos para o Pão de Açúcar. Também é o ponto de partida da trilha que leva ao topo do Morro da Urca. Em frente estação dos bondinhos fica um espelho d´água, com um monumento em uma das extremidades. É legal ficar ali olhando para cima e vendo os bondinhos se cruzando...

Espelho d' Água na Praia Vermelha, Rio de Janeiro
Espelho d' Água na Praia Vermelha

Monumento na Praia Vermelha, Rio de Janeiro
Monumento na Praia Vermelha


Trilha do Morro da Urca com Galera do Rio

Ali também fica um quartel militar. Contornando a área militar, chega-se ao local onde inicia a trilha. A trilha pelo Morro da Urca é bem leve e bastante movimentada. Exatamente, o contrário da percorrida pela manhã, no Morro do Corcovado. Pelo Morro da Urca, circulam crianças e idosos. Além de pessoas com traços evidentes de sedentarismo...

Bondinhos cruzam-se entre o Morro da Urca - Pão de Açúcar, Rio de Janeiro
Bondinhos Morro da Urca - Pão de Açúcar

Em certo ponto, há uma bifurcação... Segui para a direita e retornei ao encontrar outra bifurcação e não saber por onde seguir. No caminho, encontrei uma galera do Rio, que acompanhei até o início da noite. Acompanhei o pessoal, primeiro até um mirante... Retornamos e pegamos a trilha para a primeira base do bondinho.

Cristo Redentor, visto do Morro da Urca, Rio de Janeiro
Cristo Redentor, do Morro da Urca

Esta galera está acostumada a fazer trilhas e corridas, meia maratona, maratona ecológica. O Batalha foi paraquedista do exército. O Aldo, serviu na aeronáutica por seis anos. Conversei bastante com a Cláudia, que até deu dicas de Ibitipoca, em Minas Gerais. A Carla e o Iuri completavam a galera.

Aterro do Flamengo, visto do Morro da Urca, Rio de Janeiro
Aterro do Flamengo, do Morro da Urca


Fotos do Alto do Morro da Urca

Do alto do Morro da Urca, é possível avistar a Fortaleza de São João, uma das mais antigas do Brasil. Ela foi construída em 1565, por Estácio de Sá. Atualmente, abriga a Escola de Educação Física do Exército, a Comissão de Desporto do Exército e o Instituto de Pesquisas e de Capacidade Física do Exército. Possui entrada livre.

Fortaleza São João, vista do Morro da Urca, Rio de Janeiro
Fortaleza São João, do Morro da Urca

Junto à Fortaleza São João, fica o bairro da Urca. De cima do Morro da Urca também é possível ver o Aterro do Flamengo (veja as fotos acima). O bairro da Urca pode ser visto em destaque na foto abaixo. Ao fundo, a Fortaleza de São João.

Urca e Fortaleza São João vistos do Morro da Urca, Rio de Janeiro
Urca e Fortaleza São João

Tiramos muitas fotos por ali. Algumas nos bondinhos antigos. Outras do pôr do sol. Eles comentaram que iriam subir a Pedra da Gávea no fim de semana seguinte. Lamentei, pois iria embora do Rio em três dias. A Pedra da Gávea ficou para a próxima...

Pedra da Gávea e Corcovado vistos do Morro da Urca, Rio de Janeiro
Pedra da Gávea e Corcovado
Descemos de bondinho e consegui carona com a Cláudia, até a estação General Osório, em Ipanema. Acabamos dando uma grande volta, passando pelas Laranjeiras. Despedimo-nos pelas 21:30 e retornei para o Hostel.

Pôr do Sol no Morro da Urca, Rio de Janeiro - Vista da Pedra da Gávea e Corcovado, ao fundo
Morro da Urca - Pôr do Sol


Contabilidade do Dia
Mercearia no Cosme Velho - Sukita = R$ 3,90
Varandas Gourmet (restaurante) - Cosme Velho = R$ 14,19
Ônibus 570 = R$ 2,50
Lanchonete Morro da Urca - Guaraná Natural = R$ 4,00
Hostel Adventure (Ipanema) - 1 diária = R$ 50,00
Gasto Diário = R$ 74,59

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design